Astrologia

O SOL EM VIRGEM (O VIRGINIANO)

publicado por

Principal Característica: a vontade de fazer sempre melhor
Qualidade: capricho, humildade, aperfeiçoamento constante
Defeito: criticismo, meticulosidade excessiva, mania de perfeição

“A ti Virgem, peço que empreendas um exame de tudo o que os homens fizeram com Minha Criação. Terás que observar com perspicácia os caminhos que percorrem, e lembrá-los de seus erros, de modo que através de ti Minha Criação possa ser aperfeiçoada. Para que assim o faças, Eu te concedo o Dom da Pureza.”
E Virgem retornou ao seu lugar.
(Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977)

A palavra ‘virgem’ lembra algo que não foi usado, que não foi alterado, que está em estado natural. Também pode lembrar o contrário: algo que tenha passado por um processo de depuração. Em ambos os conceitos, está contida uma idéia de se chegar a um resultado ‘perfeito’. Isto tem muito a ver com este signo. Mas como a personalidade de Virgem foi formada? A criança virginiana cresce em um lar cujo referencial é a mãe. Não é questão de ‘gostar mais da mãe’, e sim, que a base de sua personalidade é formada a partir das reações da mãe. Na infância da criança virginiana, a mãe dela está, quase sempre, insatisfeita com algo. Ela pode ou não ter razão para esta insatisfação, mas o fato é que não está contente com alguma coisa concreta. Ela joga essa insatisfação sobre o marido, que pode ser o responsável ou não, mas o fato é que a criança virginiana percebe que a mãe critica o pai. Esta é a questão básica. Assim, o pai está ‘errado’. De alguma maneira, ele tem algum ‘defeito’. A criança virginiana então capta que existem coisas certas e erradas, maneiras de fazer corretas, maneiras de fazer incorretas. Evidentemente, ela quer estar do lado ‘mais forte’, do lado que vê, que enxerga e analisa, por isso ela se identifica com a mãe.

O menino de Virgem se sente um tanto ‘incomodado’. Ele percebe que é igual ao pai em um sentido físico, mas não quer ser em um sentido psicológico. Por outro lado, ele não pode ser ‘como a mãe’. À parte outros fatores, como o Ascendente, o menino de Virgem pode tender a apresentar certa timidez, por medo de ser criticado. Ele tenta desenvolver comportamentos e habilidades que evitem a crítica. Muitos, inclusive, se interessarão, mais tarde, por áreas mais técnicas e práticas, cujos resultados podem ser medidos com precisão. Aqueles que se interessarem por áreas mais subjetivas, porém, irão levar suas habilidades analíticas e técnicas para estes campos. Serão observadores, criteriosos e preocupados em traduzir a realidade.

A menina de Virgem não se sente tão ‘incomodada’ quanto o menino, porque ela pode ter a mãe como modelo. Ainda assim, ela se esforçará para fazer as ‘coisas certas’. Irá querer ser ‘tão boa quanto a mãe’, e também não desejará ser alvo de suas críticas. Tentará aprender com ela (e, mais tarde, com professores, supervisores, livros, etc) o que é mais correto. Como o menino, ela utilizará, em qualquer carreira a que se dedique, sua capacidade de análise e sua busca pela melhor forma de se fazer algo.

Ambos os sexos crescem para ‘dominar o mundo real’. Quando crianças, não são facilmente ludibriados, porque sempre desejam saber a realidade das coisas. São observadoras e perspicazes, ainda que guardem muito disso para si mesmas nesta fase da vida. Alguns virginianos desenvolvem a tendência à crítica como forma de se proteger de serem criticados. Quem critica, durante algum tempo, fica imune à critica, e torna-se ‘certo’. Porém, na maioria das vezes a tendência crítica do virginiano é derivada de sua percepção de que tudo pode ser melhorado e depurado. Enquanto crescem, nativos deste signo tentam aprender ‘como se vive’ no mundo. Desenvolvem habilidades e observam como tudo funciona. Como se tornam muito bons nisso, passam a ter um enfoque de tentar melhorar no mundo ao redor tudo o que for possível. Este é o signo que tem uma mente desenvolvida (afinal, é regido por Mercúrio, planeta da mente), que possui fartas habilidades de ‘como fazer’ e é também portador da paciência da Terra para trabalhar incansavelmente em aperfeiçoamentos. O virginiano tem elevados padrões de perfeição, e está sempre tentando alcançá-los.

Mas por que alguns virginianos são tão perfeccionistas? Uma das explicações para isto é que, tendo crescido em um ambiente crítico, Virgem aprendeu a observar os detalhes, por perceber que, muitas vezes, questões essenciais estão ocultas sob a aparência enganosa de um detalhe. Ou seja, um detalhe que falte ou que esteja mal cuidado pode ‘estragar’ todo um trabalho. Some a visão dos detalhes com o medo da crítica e você descobrirá a raiz do perfeccionismo de Virgem: cada detalhe precisa ser lapidado para que o resultado final seja perfeito! Virgem é o signo que sua e se esforça para que algo que estava apenas na imaginação seja, no mundo real, exatamente como ele projetou.

É no trabalho que Virgem encontra sua melhor expressão e sua maior satisfação. Virginianos gostam de serem ‘bons’ naquilo que fazem. Eles desejam se especializar e dominar todo o seu campo de trabalho, e isto eles fazem com a vigilância diária, com o aperfeiçoamento constante. Mesmo aqueles que parecem brilhantes e intuitivos ‘do nada’ na realidade reuniram pacientemente o que sabem, procuraram lapidar e aprimorar seu conhecimento, sua maneira de fazer algo, tendo sedimentado através do domínio das técnicas e auto-observação. Nesse sentido, Virgem merece elogios. É um signo que não teme aprender. E que, quando quer aprender algo, quer aprender bem, desejando que o seu trabalho tenha algo de útil, de aproveitável, e, mesmo, secretamente, de essencial.

A necessidade de controle sobre o ambiente está na raiz da organização e da limpeza, duas conhecidas características de Virgem. Um virginiano pode ser ‘bagunceiro’ e desorganizado em determinadas coisas, mas, em um setor em que realmente o interesse, ele é meticuloso e exigente. ‘Controlar o ambiente’ ajuda que o virginiano se encaixe, e evite a crítica.

Tendo aprendido a dominar o mundo real, Virgem tem verdadeiro horror que sua ordem seja desfeita, até porque ela lhe custou muito trabalho. Vem daí o conhecido pavor de Virgem pelas doenças. Com os instrumentos que estão a sua mão – como dietas, alimentação, exercícios – ele tenta eliminar o fato imprevisível e ‘inexplicável’ de uma doença, que é uma desordem inconcebível em seu mundo, atrapalhando seu trabalho, sua rotina, seu contato com a vida! A compulsão que alguns virginianos apresentam pela limpeza também está relacionada com o medo do caos sendo introduzido em seu mundo de ordem e previsibilidade. Não raro Virgem, tão flexível em seus procedimentos e técnicas, tão aberto ao aprendizado, pode se tornar metódico em seus hábitos e nas coisas que acha que devem ser de um determinado modo. Torna-se facilmente irritável quando a ordem de seu mundo é ameaçada. Por essa razão, alguns virginianos vivem com certa agonia quando tomados de sentimentos intensos (como se apaixonar, por exemplo), por não se tratar de algo ‘controlável’, como tudo na vida de Virgem o é. Por outro lado, a experiência de caos muitas vezes é benéfica ao virginiano, para mostrar a ele que as coisas têm de ser arrumadas e organizadas, sim, mas que um pouco de desordem não irá colocar ‘tudo a perder’.

Virgem também precisa, também, aprender a entrar em contato com uma idéia de conjunto. De vez em quando, deve avaliar o resultado de conjunto, e deixar um pouco de lado todos os pormenores. O funcionamento de Virgem é analisar e ver parte por parte de uma algo. Seu objetivo é chegar a ‘pureza’ de algo, e a pureza é sempre um resultado sintético. Algo que é ‘puro’ já foi separado de tudo aquilo que era dispensável. Por essa razão, fora os detalhes, que Virgem nunca dispensa, outra característica virginiana é a busca por objetividade. Um bom exemplo disso são os textos virginianos, extensos no detalhamento, mas concisos nas observações. Uma das razões para observações pessoais concisas ou ‘secas’ é que Virgem não confia muito na sua criatividade (já que tem o Fogo, ligado a esta característica, como elemento inferior). Acostumado a observar a realidade, não gosta muito de ‘inventar’ e muito menos ‘fantasiar’, por isto, prefere colocar o que viu ou o fato puro em si. Pode ser, por esta razão, contundente em suas observações, pois não tenta ‘colocá-las em bonitas embalagens’: relata sempre o fato como ele é. Acha que o ‘enfeite’ pode distorcer a informação que se quer passar.

Um dos pontos fortes de Virgem é que ele não se abala facilmente com as ‘realidades do mundo’, nem com o lado feio dela. Ele não tem ilusões de ‘mudar o mundo’ em seus aspectos mais globais, questionando o que, no momento, não pode ser alterado. Entretanto, na parte que concerne a ele, o virginiano é extremamente ativo. Como consegue analisar a realidade com precisão, sabe onde e como pode intervir nela. O grande anseio de Virgem é ‘tornar as coisas melhores’. Fazer com que elas apresentem resultados cada vez mais eficientes. Sua inquebrantável dedicação ao trabalho faz que ele vá realizando coisas que alguns signos acham simplesmente ‘impossíveis’. Um dos pontos de apoio para Virgem fazer isto é sua incrível capacidade de se organizar mentalmente, dando conta de todos os detalhes. Além disso, Virgem é o signo mais consciente da necessidade da constante atenção para que algo ‘funcione bem’. Se você quer que algo funcione bem, você precisa diariamente cuidar daquilo, e estar sempre melhorando, também. Não dá para fazer e depois simplesmente descansar. O preço da perfeição é o eterno trabalho e vigilância, como o cantor maravilhoso que faz aulas de canto, e restringe certas coisas na sua vida para preservar a sua voz.

Também pertence a Virgem o chamado ‘espírito científico’. Para Virgem, o possível está sempre no ‘fazer’, assim, muito provavelmente, quem acha que é impossível é porque não tentou executar. É preciso tentar várias vezes, e seguir diferentes métodos. Quando a chave correta for encontrada, a porta se abrirá. Para Virgem, há sempre algum tipo de resposta ou solução. O desafiador é procurá-la.

Qual é o objetivo de Virgem no mundo? Usar seus conhecimentos, suas técnicas e habilidades para efetivamente FAZER algo. São os enfermeiros, técnicos, analistas, secretários, empresários de artistas, organizadores. São os que operam para viabilizar algo: sejam ideais, sonhos, projetos, o que for. As contribuições de Virgem são valiosas, porque tudo o que fazem tem a marca de seu capricho, de sua paciência e de sua visão da utilidade das coisas. Tudo em que Virgem usa seu talento se torna muito lapidado, muito esmerado, muito límpido, puro (virgem). Os virginianos são aqueles que dispõem de seu talento para servir de algum modo, para contribuir com o mundo ao redor e melhorá-lo, para fazer algo de concreto. É um signo que não veio para negar o mundo, e sim, para aperfeiçoá-lo. E, talvez, neste processo, a si mesmo também.

Leia Também:

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

12 comentários: “O SOL EM VIRGEM (O VIRGINIANO)”


  1. Daniele Souza diz:

    Sou uma virginiana totalmente organizada e crítica. Isso que acabei de ler tem tudo a ver comigo. Não sabia que uma “virgem” poderia ser tão importante para humanidade….kkkkk
    Adorei o site, garanto que irei entrar mais vezes.
    Bjs
    Dani


  2. vtuleski diz:

    Grata, Daniele! Aguardo a sua visita! Beijos.


  3. Cend Liima diz:

    Nossa, sinceramente esse sim é o perfil de um virginiano, tudo a ver… Realmente fiquei impressionada quando li! Isso é fantástico e incrível!!! Parabéns.


  4. LENIN ROUGE diz:

    Perfeito!
    Como autentico virginiano, achei a melhor escrição para o signo que já vi.

    Att,

    Lenin Rouge.


  5. Alex Stella diz:

    Muito bom mesmo tudo que está falando sobre os virginianos! Acho que a maioria dos verdadeiros vriginianos se indentificam com tudo que esta escrito aí, pois isso acontece de verdade! Bem, na minha rotina e na minha vida, é tudo isso aí mesmo. A cada frase eu me identificava mais. Modéstia à parte, nós virginianos somos essenciais para o mundo!!

    Abraço a todos,
    Att
    Alex Stela.


  6. Lili diz:

    Excelente texto! Parabéns, Vanessa! Identifiquei-me demais com o texto e se não fosse por alguns pequenos detalhes (tenho ascendente em escorpião, e ele domina minha personalidade, hehe), eu diria que você me descreveu.

    Obrigada pela valiosa contribuição.

    Lili


  7. Mariana diz:

    Parabens, Vanessa!
    Sou virginiana e tenho uma filha leonina e dois filhos geminianos, todos já adultos, e aprendi muito sobre tua analise sobre o temperamento das pessoas nascidas sob estes signos. Muita coisa passou a fazer mais sentido para mim depois que li seus textos. Muitas vezes, nós, mães, nos sentimos responsaveis pelo comportamento e até pelos sentimentos que vemos nos filhos ao longo dos anos e agora estou convencida de que muitos outros fatores contribuem para o modo de ser de cada individuo. Maravilhoso trabalho. Obrigada.


  8. vtuleski diz:

    Obrigada pelos elogios, Mariana! De fato, já vi mães comentarem sobre se sentirem responsáveis pelo comportamento dos filhos e, mais tarde entenderem que eles já nascem com inclinações e seus próprios aprendizados. Um abraço grande para você!


  9. Rafael diz:

    Essa relação do signo de virgem com a mãe é incrível mesmo. Eu acho que virgem é o signo mais feminino que existe ou no máximo fica empatado com Cancer e peixes. Tudo em virgem remete a feminilidade. Conheço uma dezena de homens virginianos e todos são muito femininos, detalhistas, meticulosos, etc.
    Queria muito entender como se dá essa tal “influencia” dos astros na nossa vida. É uma coisa que eu não gostaria de acreditar (como crença) mas que, por observação, percebo que é algo muito real, inexplicável mas real. Você saberia me indicar algum(s) livro(s) que trate a astrologia puramente como ciência?
    Abraços.


  10. vtuleski diz:

    Olá, Rafael!

    Já vi títulos que se propunham a estudar a validade da astrologia e tentar compreendê-la dentro do escopo científico, mas, como eu não li, não saberia recomendar. Tenho colegas astrólogos que começaram a estudar Astrologia para provar que era papo furado e que acabaram fascinados por este conhecimento.

    Abraços.


  11. Alisson diz:

    Nossa, passei a amar meu signo depois desse post. Sempre tive raiva do meu signo por me achar critico demais ao ponto de magoar as pessoas, que calado eu era melhor para o mundo. Mas acabo de notar que o mundo precisa das minhas criticas, das minhas analises e do meu perfeccionismo. Obrigado por revitalizarem um virginiano que estava flagelando-se mentalmente kkkk


  12. Rafny diz:

    Concordo com quase tudo, menos com a questão da organização rs. Eu e meu irmão somos virginianos e completamente bagunceiros. Mas de resta me identifiquem com tudo *-*

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro (Ipanema) ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Constelar e Revista Personare. Membro da Central Nacional de Astrologia, palestrou em evento para astrólogos promovido pelo Sindicato dos Astrólogos do Rio de Janeiro em 2012 e fará parte do corpo de palestrantes de 2013.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Produzido por ifly9
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License