A semana de 4 a 10 de fevereiro de 2019

Por

Conheça o tom geral da semana informando-se sobre os principais aspectos que os planetas farão entre si.

CÉU DA SEMANA

Lua nova traz renovação e otimismo, mais Céu ainda pede atitude e jogo de cintura

Janeiro teve com vários desafios, com Marte em quadratura com Saturno (tarefas que geram cansaço) e, na segunda quinzena, uma quadratura de Marte com Plutão (testes de resistência). Nosso lado guerreiro (Marte em Áries) foi e ainda está sendo ativado.

Nesta semana, ainda tem quadratura Marte/Plutão, fazendo com que necessitemos usar energia de força e determinação. Além disso, começa uma conjunção entre Marte e Urano, que, ao mesmo tempo, facilita a renovação, mas também pede jogo de cintura para lidar com imprevistos, situações inusitadas e mudanças.

E tudo isto vai ficar marcado no mapa de Lua nova de segunda-feira (04). Esta Lua nova, porém, começa com o sextil entre Sol e Júpiter, renovando as esperanças. As relações pedem uma atitude mais solta e criativa, com Vênus em sextil com Urano, mas ainda com o traço mais conservador e de cuidados típicos de Vênus em Capricórnio.

Mercúrio está na última semana transitando por Aquário, propiciando uma mente mais lógica e clara. O posicionamento também estimula a aprender coisas novas e a se abrir a modernizações. A mente, aliás, será um dos pontos fortes da semana, estando mais direta, objetiva (Mercúrio/Marte) e inventiva (Mercúrio/Urano).

Lidando com testes e desafios


Até quarta-feira (06), ocorre a quadratura Marte/Plutão, que vem desde a semana passada, tendo indicado batalhas, algumas não fáceis. Por exemplo, ter de se defender de algo que não se concorda ou precisar gastar muita energia para realizar algo. O aspecto também pode ter provocado irritação, raiva ou ressentimento com algum comportamento e/ou situação que não gostamos.

Há uma tendência aqui a combatividade, mas que, em alguns casos, precisa ser medida para não ser excessiva, já que há potencial para muita belicosidade e/ou resistência e teimosia. Por isto, pode ser importante tentar “esfriar” para lidar melhor com situações de conflito, com a tarefa de se defender, se posicionar e, dar limites sem ser exagerado.

No âmbito coletivo, a quadratura ocorreu junto com o acidente de Brumadinho e as difíceis buscas de vítimas na lama (Plutão pode reger lama e detritos). Um contexto bem difícil, lidando com sérias perdas (Plutão) materiais, humanas e ecológicas.

O clima também está “esquentado” coletivamente, com mais tendência a conflitos. No Brasil, o clima, literalmente, foi de intenso calor, enquanto nos Estados Unidos houve frio extremo. Algo oito ou oitenta, bem ligado ao último planeta do zodíaco.

Otimismo e confiança

O Sol em sextil com Júpiter, junto com a fase lunar nova, inspira otimismo e fé. Podemos conseguir enxergar com maior clareza que atitudes nos beneficiam, onde estão as oportunidades. A semana favorece atitudes expansivas e de conquista, bem como viagens e qualquer tipo de expansão, como se matricular em um curso muito desejado, por exemplo. Potencial de nos sentirmos melhores com nós mesmos e com nossa autoestima.

Um outro aspecto positivo presente até a terça-feira (06) é um trígono entre Vênus e Urano, favorecendo novidades, sair da zona de conforto e mais leveza nas relações. A combinação é ótima para renovar o visual, comprar peças interessantes para o guarda-roupa (se possível, em oferta, por Vênus estar no pechincheiro Capricórnio) e conhecer novos lugares. A atitude mais solta pode favorecer os relacionamentos afetivos e as paqueras, mas é importante entender que o aspecto acontece em paralelo a quadratura Marte/Plutão, explicada no tópico anterior, se mesclando também às tendências trazidas por ela, que às vezes gera disputas e/ou tensões nas relações.

Praticidade no cotidiano

Um ótimo aspecto entre Mercúrio e Marte traz agilidade para tomar decisões e resolver assuntos cotidianos. A mente – e a comunicação – tende a estar direta e prática. Perfeito em uma semana de fase lunar nova, que favorece começos! O aspecto também acelera o aprendizado, agiliza reuniões e propicia uma franqueza que só precisa ser dosada para não se exceder. Mas conseguimos manifestar mais o que precisamos.

E, a partir de sexta-feira (08), o planeta da mente faz sextil com Urano, permitindo perceber ângulos diferentes e ter ideias mais claras e brilhantes. É um bom momento para processos que envolvam a busca de soluções, como terapia, coach, reuniões de “brain storm”, etc.

Esta é também a última semana para aproveitar a clareza mental e impessoalidade de Mercúrio transitando por Aquário, posicionamento que muitos astrólogos consideram favorável para o planeta da mente, já que estimula a criatividade e abertura ao novo, o que é intensificado por este aspecto com Urano, o regente de Aquário.

Renovação, imprevisto e impulsividade

Depois de começar a se afastar da quadratura com Plutão (tópico “lidando com testes e desafios), Marte faz uma conjunção com Urano, de 08 a 17/02, trazendo tendências diferentes do aspecto anterior, mas que igualmente nos testam. Uma das possibilidades é ter de lidar com mudanças, correrias, urgências, já que Urano muitas vezes traz acontecimentos que aceleram.

Urano é também um significador de imprevistos, então vai ser preciso muito jogo de cintura nesta primeira quinzena de fevereiro. O combinado pode ser descombinado, bem como surgir algo de última hora. Além disso, aquele curso que era para finalizar às 18h00 pode terminar somente às 20h00. Como há muita energia, e muita energia nervosa, pode ser interessante termos formas de descarregar este excedente, como fazer uma boa atividade aeróbica, dançar, entrar na água, etc.

Mas o aspecto também pede atenção com acidentes, também possíveis de ocorrerem no âmbito coletivo também. Por isto não é bom se expor a situações de risco, como banhos de cachoeiras em regiões conhecidas por trombas d´água ou entrar no mar, sem ter experiência, em praias famosas por fortes correntezas.

Marte/Urano é um aspecto de renovação, de novidades, de novas atitudes, de independência e novas direções. Bem usado, é um excelente impulso para bancar novos comportamento e direções e ajuda a se libertar. Contudo, sem reflexão, esta energia mais radical faz muita gente “chutar o balde”, sem ter pensado antes, e depois se arrepender. Por isto, use bem o impulso para o novo que ela traz.

Domingo: plano mental mais sensível

A partir de domingo (10), Mercúrio ingressa em Peixes, ficando neste signo até 17/04, bem além do seu tempo médio, que é de cerca de 20 dias. O motivo para esta longa permanência é porque Mercúrio fica retrógrado de 05 a 28/03. Aproveite, assim, fevereiro para tomar decisões, decidir sobre viagens, passagens aéreas, cursos e outros assuntos, porque a retrogradação é sempre uma época mais confusa.

E como vai ser Mercúrio em Peixes? Trata-se do planeta da mente no signo da intuição e da sensibilidade. O plano mental, assim, fica mais sensível. Há o lado bom disso, como, por exemplo, mais pessoas dispostas a ajudarem ao serem expostas a uma boa causa. Por outro lado, o dia a dia pode ficar mais confuso ou nós estarmos um pouco mais desorganizados e/ou sonhadores do que a média.

Este é o signo da imaginação, que fica exacerbada. Para o bem, potencializando a criação, a sensibilidade e apreciação artística, bem como a intuição. E, para o mal, ajuda a ver “pelo em ovo”, como dizem, imaginar coisas que não existem, ficar muito suscetível ou sofrendo por antecipação. Por isto é preciso manejar esta sensibilidade nos próximos dois meses. Em relação a contratos e assuntos práticos, uma segunda opinião ou leitura vai ajudar bastante.


=> Siga a astróloga Vanessa Tuleski no Instagram

4 comentários sobre “A semana de 4 a 10 de fevereiro de 2019”

Bom dia.
Hoje dia 04/02 já estou sentindo muita agitação mental, inquietude e impaciência. Pelo que li no seu texto essa energia nervosa está por vir. Que transito é esse que eu estou sentindo antes de acontecer? Por que sinto o aspecto do céu antes? Sua resposta será de grande entendimento pra mim. Bjo

Tem algum aspecto (casa, sigo e planetas) no meu mapa que podem indicar essa sensibilidade aflorada para sentir o transito antecipadamente?
Grata pelo esclarecimento, Vanessa.

É uma caraterística que muitas pessoas têm, Maria. Algumas tem Netuno em destaque, outras tem muitos planetas em signo de Água, enfim, múltiplos fatores. E, na verdade, quando falamos as datas, consideramos o aspecto mais próximo de estar exato, mas na verdade o aspecto já começa mesmo a se formar um pouco antes.

Deixe um comenário