As relações entre o atentado contra candidato e o mês lunar que começou em 09/09/18

Por

As relações entre o atentado contra candidato e o mês lunar que começou em 09/09/18

Ontem, 09/09, às 15h01, ocorreu a Lua nova que vai ter efeitos até a próxima Lua nova, ou seja, até 09/10. O que me surpreendeu ao olhar o mapa é como ele reflete os últimos acontecimentos políticos, isto é, o atentado com uso de faca ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro. Antes, preciso colocar que o intuito do texto é de cunho EXCLUSIVAMENTE astrológico, e não político partidário, em prol de nenhum candidato, mas somente para analisar, a partir de um evento, que tendências se desdobram para os brasileiros para o período de um mês. Este viés meramente astrológico vai ficar bem claro na forma como o texto vai ser desenvolvido.

E vamos lá, por que o evento com o candidato, que aconteceu próximo da Lua nova, se refletiu tanto no mapa de lunação? Primeiro que foi um acontecimento violento e inesperado, o que aparece na “Quadratura em T” que envolve Vênus/Urano/Marte do mapa de lunação. Ocorrências violentas e inesperadas (como foi o lamentável incêndio no Museu Nacional) podem ser imputadas a Marte/Urano, aspecto que vem acontecendo desde o final de julho e que só termina no final de setembro. Mas a particularidade de Vênus, o planeta das relações, se juntar a Marte/Urano é que o cunho agressivo e inesperado passa a se refletir nas relações, gerando intensos e acirrados conflitos/polarizações.

Além disso, Vênus, no mapa desta Lua nova, está no passional signo de Escorpião, aquele que não tem meio termo. O candidato, por sua vez, tem Saturno, que seria a sua marca como representante público/gestor, em Escorpião. E quem o atacou também não teve meio termo.

Marte, neste mapa, ocupa a Casa 12, a dos bastidores e do que está oculto, e foi daí que partiu o ataque. Esta é também a Casa de coisas que ficam encobertas e não ficou claro, desde a prisão do agressor, se o ajudante de pedreiro que atacou o candidato agiu sozinho.

Urano está no Fundo-do-Céu do mapa de lunação, indicando algo tão inesperado que abalou as bases (o significado do Fundo-do-Céu é chão), sobretudo pelo que isto significa em um contexto de uma democracia. Por mais discordâncias intelectuais e de ideias que possa haver, a violência nunca é uma alternativa, tendo sido o acontecimento repudiado por diversas autoridades e por todos os opositores.

Ainda mais surpreendente é ver o Sol e a Lua na Casa 8, setor das cirurgias, sendo que o candidato foi levado às pressas para a Santa Casa de Misericórdia, aqui explicada pela ênfase em Virgem no mapa, signo da simplicidade. O cirurgião que o operou foi chamado às pressas em sua casa, onde almoçava, e pela complexa e séria cirurgia embolsou, pelo SUS, R$ 367,06, sendo que a Santa Casa ficará com módicos R$ 1.090,80. Tímido (Virgem), o melhor cirurgião de veias e artérias da região (competência é algo de Virgem também), deu o fora nas entrevistas, deixando colegas verbalmente mais desenvoltos prestarem declarações. Veja aqui.

A faca atingiu uma artéria e também causou uma lesão no intestino, sendo que este órgão é regido por Virgem (!). O candidato foi submetido a uma colostomia temporária, isto é, colocação de bolsa para desvio das fezes, para evitar infecção no intestino grosso, e recebeu prescrição de diversos antibióticos pelo mesmo motivo. Remédios e antibióticos são regidos por Netuno, que se opõe ao Sol/Lua do mapa de lunação. A oposição Sol/Netuno também denota estado de fragilidade e fraqueza, que é natural depois de uma cirurgia de grande porte. A profusa perda de sangue também é explicada pelo aspecto, com o paciente tendo perdido 40% de seu sangue até a veia ser suturada.

Bom, e o que isto tem a ver com os brasileiros, como vai ser o nosso mês de 09/09 a 09/10? Estaremos voltados para trabalho (Virgem), crises podem surgir (Sol e Lua na Casa 8), mas o Sol faz um trígono com Plutão, indicando que a forma de lidar com elas é com inteligência, estratégia e pés no chão (em analogia à celeridade no atendimento e a competência dos médicos, que salvou o candidato de algo pior). O Sol oposto a Netuno pode indicar alguns momentos de sensibilidade/fragilidade e/ou, simplesmente, de ter uma pausa para descansar (Netuno). Finanças serão importantes, pois a oposição Sol/Lua/Netuno no eixo das Casas 2 e 8, e um dos grandes focos do período.

Existe um anseio por novidades e mudanças (Ascendente em Aquário), mas as relações podem estar voláteis e tendentes a problemas (Vênus/Urano/Marte), havendo que se tomar cuidado com atitudes radicais e intolerantes (como a que motivou o atentado ao candidato), em um mês em que podem ocorrer rompimentos e/ou algum tipo de mudança em casa (Urano na Casa 4): das reformas, às mudanças na rotina, passando pela eventual perda de um ente querido ou animal de estimação que já esteja fragilizado.

Apesar do que ocorreu, o candidato involuntariamente ganhou grande evidência (Vênus e Júpiter na popular Casa 10), de modo que o mês pode ser produtivo para lançamentos e começos na esfera profissional, talvez motivados justamente para a superação de crises (Sol na Casa 8) e guinadas (Urano na Casa 4).

Zapeando notícias, ontem me chamou a atenção que, bem dentro do espírito da lunação de 09/09, a cantora Anitta anunciou o final de seu casamento (Vênus/Urano = potencial de rupturas para relações que já estejam por um fio), cuja união estável havia sido feita em novembro do ano passado.

Quanto as eleições, tudo pode acontecer até 07/10, com um mapa com a configuração Vênus/Urano/Marte em destaque.

Para saber mais sobre esta lunação para você, clique aqui.

 

Deixe um comenário