Céu da semana de 12 a 18 de abril de 2021

Por

Semana com destaque para Plutão tem potencial de crises e notícias fortes no coletivo, mas bons aspectos no Céu também dão apoio e força

Nesta semana, quem vai reinar vai ser Plutão, pois três planetas fazem ângulo de tensão com ele: Vênus, até a metade da semana, Sol, durante a semana inteira, e Mercúrio mais de sexta-feira em diante. Isto evidencia as crises, indicando que o momento ainda não vai ser de virada de chave no Brasil em relação aos altos índices de contaminação por COVID-19 e ocupação de hospitais e UTIs. Na vida pessoal, também podemos ficar mais fechados, intensos, desconfiados ou lidando com alguma crise, término ou problema. Notícias difíceis, particularmente, tendem a surgir mais próximo do final de semana.

Mas o Céu também tem bons aspectos para apoiar: Sol, Mercúrio e Marte estão em boa sintonia com Júpiter, que, se não puder elevar para cima, o que é a tendência dele, pelo menos aponta para saídas e soluções. Além disso, a debilitante e desorganizadora quadratura de Marte com Netuno, presente em toda a semana anterior, começa a se desfazer da metade da semana em diante, de maneira que vamos sentir que vamos recobrar o pique e a direção.

A última semana da quadratura de Marte com Netuno

A partir de quinta-feira (15), começa a se afastar a quadratura Marte/Netuno, o que é uma ótima notícia. Este aspecto, presente desde o início de abril, pode ter desorganizado o nosso dia a dia, trazido baixa de energia e, para muitas pessoas, uma certa indecisão de que rumo tomar. Outras seguiram adiante em algumas decisões, mas em um Céu de pouca clareza. Este aspecto também pode ter sido debilitante para quem estava em recuperação.

A sorte é que Marte estava, e ainda vai ficar até 21/04, em boa sinergia com o Sol. Isto trouxe uma contrapartida de iniciativa e vitalidade. Então podemos ter alternado entre uma certa desorganização e baixa de energia de Marte/Netuno e a vontade de realizar de Sol/Marte. Mas, como foi dito, Marte/Netuno a partir da metade desta semana começa a se afastar.

E Marte também está bem aliado com o gigante Júpiter, com o aspecto exato no sábado (17). Entramos em uma Lua Nova ariana, que favorece começos, e este aspecto traz garra e otimismo, ressaltando que também o Sol fica em harmonia com Júpiter nesta semana, com o aspecto exato na quinta-feira (15). Assim, após uma fase de baixa de energia, é como se o avião voltasse progressivamente a subir, embora seja uma semana com desafios, como se vai se ver a seguir.

Três planetas envolvidos com Plutão, o rei das crises

Plutão, para a Astrologia, é o “rei das crises”. Ninguém gosta de vivenciar crise, todo mundo se possível gostaria de estar bem o tempo todo. Mas em crises podemos ter insights sobre o que não vai bem e precisa de mudanças, transformações e novas direções.

A crise, inclusive, ficou estampada no mapa da Lua Nova de 11/04, que dá o tom até 11/05. Leia o artigo para entender o mês, mas também saber que casa astrológica foi realçada no seu mapa natal.

Nesta semana, três planetas fazem ângulo de tensão com Plutão:

– Vênus até quarta-feira (14);

– o Sol durante toda a semana e até terça-feira que vem (19), com aspecto exato na sexta-feira (16);

– Mercúrio de sexta (16) a segunda-feira (19).

Assim, em termos de coletivo, vai ser evidente que esta vai ser uma semana de muita tensão, seja com a pandemia ou com outras notícias pesadas que surgirem, de problemas financeiros, desemprego, perdas, etc.

Na semana passada, nas proximidades da Lua Nova do último domingo, emergiram os fatos ligados a morte do menino Henry Borel, envolvendo grande frieza, desumanidade e violência. No negativo, Plutão está associado ao mau uso do poder e atos violentos, com o deste episódio lamentável.

Na vida pessoal, nesta semana surgir problemas e/ou você se ver mais fechado, questionador, desconfiado ou intenso. Dores que estão presentes, mas vinham mais acalmadas, tendem a dar o ar da graça. E notícias difíceis podem surgir na quadratura de Mercúrio/Plutão próximo do final de semana.

Outra coisa é que não é um “Céu de brincadeira”, e sim, cheio de riscos e perigos. Então quem já vive situações limite, como conviver com um cônjuge violento, ou que envolvem algum tipo de ameaça, como regiões de risco, deve evitar se expor a problemas. A atmosfera também não é das mais amenas para relacionamentos, com aumento de desconfianças e potencial de jogos de poder. Um particular cuidado com as palavras deve existir a partir de sexta-feira, já que a combinação Mercúrio/Plutão pode ter potencial para ser bastante contundente e ferina. Assim, dá para notar que a palavra cautela cai como uma luva para lidar melhor com o Céu.

Ademais, prepare-se para alguma intensidade nesta semana, seja interna, com questionamentos, ou até envolvendo notícias mais difíceis no coletivo e/ou com conhecidos ou pessoas próximas.

É uma semana com potencial de alguma figura conhecida e popular pode vir a óbito, causando comoção coletiva. Na semana passada, com a quadratura Vênus/Plutão, já foi noticiado o falecimento do Príncipe Philip, na Grã Bretanha. Ainda que já estivesse bastante idoso, era um símbolo dentro da monarquia daquele país.

Os bons aspectos do Sol e Mercúrio

Em paralelo às tensões de Plutão, como foi dito, o Sol está em sextil com Marte e Júpiter, indicando um lado nosso que tenta manter a fé e o otimismo mesmo em meio a crises – coletivas e/ou pessoais.

Mercúrio faz sextil com Marte de quarta (14) a segunda-feira (19), sendo um ótimo aspecto para agilizar assuntos, como documentação, reuniões, trabalho e questões do cotidiano. Também vai estar em boa sinergia com Júpiter por estes dias, fomentando ideias e uma visão mais ampla, que pode ser particularmente significativa se surgirem tensões.

A partir de sexta-feira (16), Sol e Mercúrio se aproximam, ampliando o poder da palavra, mas, como já foi dito no tópico anterior, para o bem e para o mal, ou seja, a palavra que pode curar e ir mais fundo em uma questão, mas também ferir (de propósito ou não) e/ou ser franca demais. Por isto, escolha como vai usar a sua expressão. E também a direção de seus pensamentos, o que tem a ver com Mercúrio.

Vênus troca de signo na quarta-feira

Vênus vem estando em Áries desde 21/03. Neste signo, traz mais iniciativa para o amor, fomenta o desejo e a atração. Mas pode simbolizar um individualismo maior e uma dificuldade em fazer concessões.

Na tarde de quarta-feira (14), Vênus ingressa em Touro, onde fica até 08/05. Para os relacionamentos em geral, é uma posição mais conciliadora, já que Touro gosta de conservar seus relacionamentos e tende à estabilidade. Não é á toa que Touro é um dos domicílios de Vênus (o outro é Libra). Uma exceção a isto vai acontecer quando se encontrar com Urano,  entre os dias 20 e 25/04, que movimenta relações, mas esta tende a ser a regra. No amor, para solteiros, é um posicionamento ligado à estabilização, sensualidade, afetividade. Há mais chance de se encontrar – com exceção do período acima relatado – alguém com quem estabelecer algo mais sério, seja de curto, médio ou até longo prazo, enquanto a Vênus ariana pende mais para a aventura e até aprecia os encontros eventuais e de curto prazo.

Vênus em Touro é um posicionamento ligado ao prazer e gratificação pessoal. Nas finanças, tende a trazer melhoras para quem trabalha com vendas ou é autônomo, mas isto pode não ser tão pronunciado para setores que já estejam em crise, conforme explicado sobre o mapa da Lua Nova de 11/04.

Deixe um comenário