Céu da semana de 25 a 31 de janeiro de 2021

Por

Céu pode trazer situações críticas nas finanças, relacionamentos ou para pessoas próximas, mas também ajudas

Nesta semana, há boas doses de agitação, rebeldia e imprevisto, o que vai se refletir no âmbito coletivo também. Contudo, há também uma energia aquariana muito presente inspirando avanços e coisas novas. Mas teremos que ter paciência com nem tudo podendo ser tão rápido quanto este dinâmico signo do elemento Ar gostaria.

Nas relações, finanças ou com pessoas próximas, podem acontecer situações mais críticas, ou mesmos mergulharmos em momentos pessoais mais decisivos, mas também de abertura à cura, se buscarmos isto.

A Lua se torna cheia na quinta-feira (28), e tudo tende a ser maior e mais agitado nesta fase (na verdade, já nas proximidades dela). Como dica, esta é a última semana com Mercúrio direto, mais aconselhável para resolver assuntos e tomar decisões do que com Mercúrio retrógrado, que a partir do sábado (30) atua desta forma por cerca de 20 dias.

Os vários aspectos contraditórios do Sol nesta semana

Vindo desde a semana anterior, o Sol continua em conjunção com Saturno e em aspecto de tensão com Urano. Todavia, a partir de segunda-feira (25), o Sol fica também conjunto a Júpiter, acrescentando um ingrediente novo a toda esta combinação.

O contato do Sol com Saturno lembra de responsabilidades, limites e trabalho, enquanto que o contato do Sol com Urano traz impaciência e agitação. Então ficamos entre o dever e a vontade de espaço. Sol/Saturno, que foi exato no domingo (24), também lembra a realidade em que estamos inseridos, e Urano, por sua vez, traz o desejo de mudar. Este último aspecto, altamente excitável e impaciente, mas também capaz de dar lampejos de mudanças e novas ideias e direções, torna-se exato na terça-feira (26), mas atua ao longo de todo o período.

E como Júpiter entra nisso tudo? Tradicionalmente, é um planeta ligado ao otimismo e de possibilidade de ajudas, então pode nos emprestar otimismo para acreditar que podemos mudar algumas coisas, e, ao mesmo tempo, dar conta de desafios e responsabilidades. Mas Júpiter é também um significador de exageros, e, no momento em que estivermos agitados, o que é típico de Sol/Urano, pode colocar mais lenha na fogueira da ansiedade, bem como de radicalismos.

O Sol também quadra Marte, o que é um aspecto inflamável e briguento. A quadratura vai até 07/02, sendo o aspecto do Sol de duração mais longa dentre todos os descritos. Até o final da primeira semana de fevereiro, podemos ter, no âmbito coletivo, um aumento de acidentes, incêndios e ocorrências violentas. Assim, já fica o aviso para evitar situações de atrito ou exposição desnecessários.

Nesta semana, ainda vamos estar em uma certa contradição entre contenção (Saturno) e assertividade (Marte), mas, mesmo assim, o lado impulsivo vai estar muito forte, pois o Sol quadra Marte e Urano ao mesmo tempo. Veja como isto vai bater para você, para que você não dê um tiro no próprio pé com atitudes que mais tarde possa avaliar como impulsivas e intempestivas. Observe, assim, como lida com a sua agitação e irritabilidade nesta semana.

Outra possibilidade típica é a de nos sentirmos divididos entre os muitos planetas em Aquário e Marte e Urano que transitam em Touro. Aquário é um signo que está a um passo a frente, no futuro, todavia, Touro representa a paciência e energia de execução para construir este futuro. Então, precisaremos ter que lidar com a impaciência que nem tudo agora está como gostaríamos que fosse e nos comprometermos com o que precisamos construir para isto.

Sol em aspectos com Saturno, Júpiter, Urano e Marte tende a significar uma semana bastante agitada, como foi a anterior, e com boas doses de imprevistos e mudanças de última hora.

Mercúrio retrógrado a partir de sábado

Se você tem compras para fazer e assuntos práticos para tocar, aproveite os últimos dias em que isto será mais fácil, pois, a partir do sábado (30), Mercúrio inicia movimento retrógrado, ficando assim em boa parte de fevereiro, até o dia 20.

Os prós de Mercúrio retrógrado são:

– Potencial de retornos de amigos, conhecidos, ex-namorados(s). Pessoas voltam, assuntos voltam, o passado bate mais à porta.

– Você também pode retomar projetos, ideias ou aprendizados.

Os contra de Mercúrio retrógrado:

– É mais difícil tomar decisões, pois há mais indecisão. Quando for possível, deixe para tomar decisões antes ou depois da retrogradação.

– Há mais distração, por isto confira mais o que fizer, para evitar que comunicações, textos e artigos saiam com erros ou faltando informações.

– Aparelhos falham e pifam mais, redes e Internet ficam mais instáveis e podem sair do ar. Ou seja, é mais sacrificante para as comunicações de hoje, na maioria online, por causa da pandemia.

– Há mais retrabalho. Algo feito pode retornar para ser refeito por qualquer motivo.

– Aumentam os imprevistos, compromissos têm de ser remarcados, não raro em um efeito em cascata.

– Compras realizadas ficam mais sujeitas a algum tipo de erro, equívoco ou atraso. Quer comprar um novo aparelho de celular e o seu ainda está bom? Espere Mercúrio ficar direto. Agora, se o aparelho pifar de repente, aí não há escolha, é preciso comprar com Mercúrio retrógrado.

A intensidade de Vênus

Vênus faz um bom aspecto com Netuno até terça-feira (26), trazendo boa vontade e empatia para os relacionamentos. É um contato amenizante ocorrendo desde a quinta-feira da semana anterior.

Todavia, ao longo de toda a semana, Vênus está conjunto a Plutão, com exatidão na quinta-feira (28). Vamos aos potenciais dele no coletivo e no individual.

– É um aspecto associado a mortes, portanto, é uma semana bastante perigosa para a pandemia, já com um número elevado de casos e mortes no Brasil e várias partes do mundo. Além da pandemia, podem ser noticiadas mais óbitos em vários outros âmbitos, como casos de feminicídios, assaltos e outros. Assim, não é bom correr riscos, pois o perigo vai estar no ar.

– Para muita gente que não anda bem no âmbito financeiro, isto pode ser bastante sentido nesta semana, que, inclusive, pode trazer gastos necessários de maior porte, como um exame caro ou uma multa de trânsito.

– Pessoas do passado amoroso, mas de relações que forma complexas, podem retornar, ou então as famosas cismas, ou seja, você é quem volta a pensar em alguém.

– Esta combinação tipicamente gera maior intensidade afetiva e é bastante passional, mas também desperta conflitos nesta área. Assim, quem acha que não vai bem no amor, seja porque está em uma parceria difícil ou então está cansado de ser solteiro(a), pode sentir mais isto nesta semana. Aliás, finais de relacionamento podem ser cogitados ou realizados aqui, considerando, ainda, que as tensões de final de janeiro se estendem para fevereiro, em que Vênus, depois de uma fase calma, que ajudou bastante a lidar com outros desafios no Céu, vai fazer vários aspectos difíceis. Sabendo disso, se você está em uma relação difícil, afetiva ou então familiar, atente bastante para a condução disso até praticamente o final de fevereiro. Uma condução intempestiva pode piorar problemas.

– Atenção, ciumentos e/ou controladores: esta tendência vai estar mais forte nesta semana, mas, em disputa com isto, Urano também vai estar muito destacado, então, se você tem um comportamento muito ciumento ou controlador, pode ser que a outra pessoa perca a paciência e possa até pedir pelo final do relacionamento. Esta não é uma fase para, em nenhuma esfera, colocar o outro contra a parede, pois o momento tende a rupturas e reavaliações da relação.

– O que quer não vai bem em qualquer assunto tende a aparecer para pessoas próximas ou mesmo para você, seja crises emocionais ou então de saúde.

– Agora, sempre que Plutão está destacado é uma boa hora para processos  de cura, como iniciar terapias mais sérias e profundas e fazer consultas com um sentido de encarar o que não vai bem e iniciar transformações. Transformação é algo muito associado a este planeta, como, por exemplo, pessoas que conseguem perder muito peso e manter o novo corpo. Nas terapias, o aspecto pode ser especialmente interessante para quem tem problemas de relacionamento com relações insatisfatórias, de codependência ou que sofre de baixa autoestima.

Deixe um comenário