Céu da semana de 5 a 11 de julho de 2021

Por

Semana pode trazer mais obrigações e imprevistos no que se refere a relacionamentos, finanças e pessoas próximas, mas doses de criatividade ajudam a compensar

Desde meados da semana passada, Vênus se juntou a uma “quadratura em T”, formação tensa, que ocorre desde o final de junho, da qual participam Marte, Saturno e Urano. Como Vênus é que forma aspectos exatos nesta semana, pode haver vários questionamentos sobre o que está ou não valendo a pena em relacionamentos, finanças, trabalho, parcerias. Para alguns, também pode haver questões de autoestima a serem trabalhadas. Como o Céu vem sendo tenso, e esta semana não é exceção nisso, pode-se falar na necessidade de muita diplomacia nas relações nos próximos dias, até porque várias relações estarão sujeitas a rompimentos ou algum tipo de conflito. Instabilidades financeiras e/ou gastos maiores também podem ocorrer.

Porém, um sextil do Sol com Urano até quinta-feira (08) permite que sejamos mais inventivos, criativos, o que pode ajudar muito no contexto acima. A partir do final de semana, Mercúrio também amplia o campo mental de visão em um belo trígono com Júpiter, um aspecto de maior otimismo. E Mercúrio ingressa no sensível Câncer no domingo (11), aumentando a nossa emotividade no plano mental.

Algo a se observar, porém, é em relação a quadratura Mercúrio/Netuno, que atua até a quinta-feira (08), podendo trazer mais confusão no dia a dia  e mal entendidos.

A sexta-feira (09) é também o início da Lua Nova, cujas influências vão ditar o que vai ser vivido por cerca de um mês. Lua nova, vida nova!

Desde meados da semana passada, questionamentos envolvendo amor, autoestima, prazer e relações

Desde 26/06, Marte formou um “T” no Céu com Saturno e Urano. A “Quadratura em T” é uma configuração astrológica de forte tensão, que, neste caso, envolveu temáticas de restrição e liberdade (algo característico de todo o Céu de 2021), que cada um pode ter sentido a seu modo, seja com cansaço, assuntos estruturais difíceis de resolver, nervosismo, ansiedade, etc.

No plano da consciência, apesar de terem sido dias difíceis, pode ter havido percepções importantes, que, nesta semana, prosseguem com temáticas ligadas a Vênus – que vem a fazer parte da configuração – de autoestima, finanças, lazer, relacionamentos e amor.

A oposição exata de Vênus com Saturno ocorre na terça (6), e a quadratura de Vênus com Urano, na quinta-feira (08). No primeiro aspecto, que começou em meados da semana passada, há uma disputa entre lazer e trabalho, possivelmente com ganho para o segundo. Podemos ter ficado mais conscientes de algum tipo de ausência: de prazer, amor, estrutura, gratificação, retorno financeiro, etc. A quadratura de Vênus com Urano faz emergir, porém, a pergunta de “se isto não está bom, o que há para ser feito para mudar?”. Este momento do ano, em que Marte tocou a quadratura Saturno/Urano (o aspecto que caracteriza 2021), e, logo a seguir, Vênus se juntou a ele, fez disparar este tipo de pergunta para muita gente.

Do ponto de vista prático, Vênus/Saturno aumenta a sensibilidade ao fator “troca” nas relações. É uma semana em que podemos ficar mais suscetíveis a ficarmos chateados se isto não estiver acontecendo e/ou a qualquer falta de consideração. Por outro lado, temos que pensar que o outro pode estar assim também, sugerindo que sejamos mais atentos a forma como agimos nos relacionamentos.

Possibilidade de uma certa imprevisibilidade em lazer, finanças ou em relação a pessoas próximas. Por exemplo, você pode receber a notícia que um amigo teve um revés ou imprevisto, ou resolveu se separar. Também podem surgir gastos inesperados em coisas necessárias, como um conserto mais caro a ser feito no carro ou em uma obra emergencial. Espere, desta forma, um tanto de turbulência e/ou questionamentos nesta semana por conta da forte formação astrológica no Céu com as culminâncias dos aspectos de Vênus.

Sol em sextil com Urano: um contraponto às tensões

Até quinta-feira (08), o Sol em harmonia com Urano traz um contraponto às tensões. Isto porque este aspecto inspira soluções, criatividade e caminhos inventivos. Por exemplo, eventualmente surge uma ideia de algum trabalho para alguém que está desempregado e/ou enfrentando problemas financeiros. Ou discute-se uma alternativa de alterações em uma parceria. Também ficamos com mais clareza sobre que mudanças desejamos fazer. Com certeza, este aspecto é um coringa no meio de tensões. Pode ajudar, inclusive, a tentar ter mais impessoalidade no caso de conflitos com alguém, o que é uma outra possibilidade desta semana.

A partir do sábado (10), um outro bom aspecto se segue a este: um trígono entre Mercúrio e Júpiter, que permite uma visão mais ampla e um maior entusiasmo no plano mental.

Mercúrio/Netuno: mais necessidade de esforço para se ter clareza

Até quinta-feira (08), Mercúrio está em ângulo de tensão com Netuno, aspecto que esteve presente de meados de maio a meados de junho. Na época, foi visível como teve de haver mais necessidade de esforço para se ter clareza, e o mesmo vai se repetir agora.

Isto porque Mercúrio rege a informação e a comunicação e a quadratura com Netuno tem um efeito de confusão e embaralhamento sobre isto. Uma pessoa pode dizer “A” e a outra entender “B”. Por isto, verifique se a mensagem está realmente sendo bem passada e bem compreendida.

A semana também é mais complicada para a assinatura de contratos, pelo mesmo motivo, e para a tomada de decisões que ainda não estejam amadurecidas. Também vai ser mais fácil cair em golpes, inclusive virtuais, e haver vazamento de dados, além de fake news. Vigie, igualmente, o plano mental para que não sejam alimentadas ilusões ou, ainda, medos ou visões sem fundamento.

Ingresso de Mercúrio em Câncer: pensamento emotivo

Quando os planetas mudam de signo, muda-se o tom de algo, e, no caso de Mercúrio, da atmosfera mental e das palavras. Em Gêmeos de 03/05 a 11/07, Mercúrio imprimiu um tom curioso e flexível. Mercúrio está muito bem em Gêmeos, que é um dos seus dois signos de domicílio (o outro é Virgem), propiciando uma certa neutralidade no diálogo que ajuda muito nesta esfera. A mente se mantém aberta e permeável.

Em Câncer de 11 a 27/07, Mercúrio ganha uma tonalidade mais emotiva, o que em alguns momentos é ótimo, e, em outros nem tanto, pois o plano mental tende ser filtrado pelo emocional. Então temos palavras emocionantes, ditas a partir da perspectiva dos sentimentos, que podem tocar profundamente, mas uma dificuldade maior em ser imparcial quando se chegar em pontos delicados de temas cancerianos, como família, emoções ou com algo do passado. Todo mundo sabe, por exemplo, que os pais são sensíveis a qualquer coisa sobre seus filhos. Alguns conseguem manter certa imparcialidade, enquanto outros não conseguem (“se é meu filho, está sempre certo”). Este segundo é um exemplo pode ser mais atrelado a um Mercúrio em Câncer não bem utilizado.

O plano mental também tende a se deslocar para assuntos cancerianos, como casa, família, imóveis, passado, lembranças, pátria e assuntos que ativam bastante o plano emocional. Talvez um colega de colégio ou um amor do passado, por exemplo, mande um “oi” por estes dias.

Uma coisa muito positiva a se fazer com este trânsito pode ser terapias que envolvam entender justamente a influência do passado e dos pais. Pode ser igualmente uma hora para conversar mais sobre sentimentos, e, se isto for feito de uma maneira construtiva, pode-se ter uma maior elucidação sobre o que se passa interiormente.

Siga todas as notificações de Vanessa Tuleski no Telegram: https://t.me/vanessatuleski

Deixe um comenário