Lua Nova em Gêmeos de 13/06 a 12/07/18: contatos e expansão

Por

Lunação tem comunicação como tema principal

Foto de @wildlittlethingsphoto
Foto de @wildlittlethingsphoto

O dia 13 de junho de 2018, às 16h43, é o início de uma Lua Nova que ocorre em Gêmeos. A Lua Nova gera um Mapa Astral com inclinações gerais que duram cerca de 30 dias. Conhecê-las ajuda a compreender as temáticas que irão predominar durante o espaço de um mês, para si mesmo e para pessoas próximas, levando a aproveitar melhor este período.

Motivação de crescer e expandir

O Ascendente do Mapa é Sagitário, signo ligado a expandir e ir além, que convida a sair da zona de conforto. É tempo de se abrir para coisas novas, se aventurar e pensar em novos passos. Este é o signo das viagens, estudos, especializações, que poderão ser também temas desta lunação (nome dado ao mapa da Lua Nova).

O regente de Sagitário é Júpiter, colocado na Casa 12, em Escorpião, o que mostra que esta expansão sagitariana passará também por um trabalho interior (Casa 12) de motivações, determinação e força de vontade (Escorpião). Assim, apesar da característica extrovertida e aventureira do Ascendente, o fato de o regente dele estar na Casa 12 faz com que este mês também seja benéfico para terapias, cura e investigação interior. E Escorpião é não ter medo de colocar o dedo na ferida, pois é só a partir disso que vem a cura.

Dinheiro: esforço e desejo de transformação

A lunação passada trouxe mais clareza em relação a dinheiro, por ter ocorrido no signo dos recursos, Touro. Este mês dará continuidade aos esforços e eventuais necessidades de transformação nesta área, com Saturno e Plutão na Casa 2, do dinheiro. Para a maioria dos brasileiros, não vai ser um mês de sobras e/ou exageros nesta área, já que tanto Saturno quanto Plutão em Capricórnio inclinam para a sobriedade e colocar os pés no chão.

Mas poderá haver gastos com o anseio de se fazer algo bacana para a família e pessoas próximas, com Vênus, o planeta do dinheiro, no emotivo signo de Câncer, da família. Como Vênus está na Casa 8, tanto poderá haver ganhos de seguros, restituição de imposto de renda, heranças, como também gastos com impostos, juros de empréstimos e outras despesas.

Destaque para as relações e comunicações

Uma Lua nova em Gêmeos realça a curiosidade, trazendo o desejo de aprender, trocar e comunicar. Em sinergia com o Ascendente em Sagitário, signo complementar e oposto a Gêmeos, traz um período que nos coloca em movimento e abre para o novo.

E esta Lua em Gêmeos ainda ocorre em uma casa sociável, a sétima, que nos faz desejar estar em contato com o outro. Portanto, nada de reclusão no mês das festas juninas, já que circular – um verbo geminiano por excelência – será muito benéfico, podendo abrir novos caminhos e trazer novas ideias. O outro será fonte de estímulo e talvez até de transformações. O outro lado disso talvez, porém, seja se dispersar excessivamente por causa das relações, por isto não esqueça do foco e concentração para o que realmente for necessário.

A Casa 7 é também das parcerias afetivas. O mês as destaca e pede também novidades geminianas nesta área, com ir com a pessoa parceira para um evento ou show. E se você está solteiro, aí é que terá que sair de casa mesmo, o que, para Gêmeos, não é nenhuma dificuldade, pois é como se arejasse as ideias.

Comunicação ativa e criativa

Além de o mês favorecer a comunicação, por ser uma Lua Nova em Gêmeos, signo associado a isto, o assertivo Marte ocupa a Casa 3, dos palavras e contatos, no revolucionário Aquário, indicando um potencial bem interessante para veicular novos pontos de vista, ideias, promover debates e fazer reuniões em grupo (Aquário ama o grupo). O único cuidado a se tomar quanto ao posicionamento é para que as palavras não se tornem bruscas e/ou diretas em excesso, por vezes “esquentando” o clima com pessoas próximas e/ou gerando atritos desnecessários.

Marte nesta casa também estimula viagens, passeios e deslocamentos. Mas também pode aumentar a irritabilidade com tudo isto, com aquela vontade, que na maioria das vezes não adianta para nada, de ficar discutindo no trânsito, por exemplo. Atente, também, para potencial maior de acidentes e ocorrências de trânsito.

Mergulho nas raízes e sentimentos

Apesar da leveza geminiana, dois planetas vão ocupar o sensível signo de Câncer e a profunda Casa 8: Mercúrio e Vênus. Esta Casa, de natureza psíquica, tem sintonia com outras duas Casas Astrológicas também relacionadas com isto, a 4, com Netuno, e a 12, com Júpiter. Vamos a cada uma delas.

Netuno na Casa 4 aumenta a sensibilidade em relação ao lar e pessoas próximas. De um lado, indica que será ótimo meditar em casa e trabalhar as energias do lar, mas de outro, talvez a aflição de alguém próximo possa ser mais sentida, com o famoso “efeito esponja”. Por isto, você terá de ter mais atenção com o seu equilíbrio interior. A família também fica mais suscetível a viroses.

Já Júpiter na Casa 12, comentado no primeiro tópico deste artigo, tem por desafio manter a fé e determinação interior, dando apoio a um Ascendente em Sagitário que está motivado por crescer e expandir. Porém, onde não houver fé, poderá haver exageros e ansiedade, que é o outro lado da moeda, e aí entra a importância de Mercúrio e Vênus em Câncer na Casa 8. Esta é uma Casa investigativa, profunda e estes planetas estão em signos ligados ao passado e questões emocionais. Assim, apesar das trocas e leveza neste mês, também será importante procurar entender e trabalhar o que estiver mobilizando emocionalmente, em um mês que favorece mergulhar nas raízes das questões e até nas origens familiares de certos sintomas e situações.

Um outro ponto é que a Casa 8 é de profundidade, e Câncer é um signo de carinho. Assim, estamos em um mês ótimo para todo tipo de troca e fazer novas amizades, por conta da sociável Lua em Gêmeos na Casa 7, mas também fará bem conversar com aquele amigo íntimo e dar atenção aos vínculos mais próximos, como pai, mãe, marido, namorado, filho, garantindo a profundidade (ligada à Casa 8) neles. Estes vínculos tanto estarão sujeitos a passar por crises e revisões quanto se fortalecerem depois de limpezas e de um contato maior com as emoções.

E Vênus em Câncer traz uma necessidade de aconchego e proximidade, ficando carente se faltar manifestações de afeto, mas também altamente nutrido quando elas acontecem.

Foto de Toa Heftiba
Foto de Toa Heftiba

Mês de rompimentos em relações já balançadas

Contudo, o planeta das relações está muito próximo de uma quadratura com Urano, podendo indicar um mês propenso à rupturas de acordos, parcerias e relacionamentos em que já exista este desejo de uma das partes. Um bom exemplo disso é que no dia da Lua Nova saiu uma notícia de que Bruna Marquezini rompeu com o empresário de 15 anos por necessidade de liberdade, o que é bem a característica de Urano.

O aspecto também pode aparecer como separações momentâneas por motivo de viagem, cursos e outros. Mas Vênus/Urano também pode ser a necessidade de mais estímulo e novidade para as relações. Uma das áreas em que isto poderá acontecer, nos afetos, poderá ser a da sexualidade, com Vênus na Casa 8, relacionada com isto, buscando aumentar a intimidade (Vênus em Câncer) e o prazer sexual (Casa 8).

Deixe um comenário