Lua Nova em Câncer de 20/07 a 18/08/2020 enfatiza necessidade de foco no positivo em meio à crise

Por

Segunda Lua Nova do ano em Câncer, signo dos vínculos e relações familiares

A seguir, as principais tendências da segunda Lua Nova em Câncer de 2020, que ocorre dia 20 de julho de 2020, às 14 horas e 33 minutos (horário de Brasília), cujos efeitos vão se estender até a próxima Lua Nova, em 18 de agosto. A Lua Nova gera um Mapa Astral, que é feito para a capital do país, com inclinações gerais que vão funcionar para quem é daquela nacionalidade (mesmo que more em outro país), período denominado de lunação, com este Mapa podendo ser interpretado, fornecendo pistas sobre o que vai emergir. Como em qualquer estudo astrológico, se fala em um leque de possibilidades, e, eventualmente, algo se manifesta mais diretamente para você e outro potencial para outra pessoa.

Ascendente em Sagitário: quando é preciso manter o foco no positivo

O Ascendente em Sagitário mostra uma motivação por expansão, e, sendo um signo de Fogo, o mais ousado dos quatro elementos, com tendência a se lançar. Assim, a busca por novos horizontes, a fim de contornar a crise, é um dos temas mais presentes desta lunação.

Alguns exemplos do que pode representar:

– seria se expor ao vírus sem cuidado.
– comer ou gastar demais.
– exageros de ordem emocional, como dramatizar em excesso.

Sagitário evidencia a busca por conhecimento, através de cursos, especializações, bem como contatos com o exterior, línguas e qualquer coisa que seja um passo além de onde se esteja. É tempo de, mesmo com os desafios atuais, não se restringir naquilo em que é possível ter crescimento, por meio de leituras e aprendizados online.

Mês voltado para trabalho e resultados

Um outro setor onde se vai buscar expansão é o financeiro, pois Júpiter, regente do Ascendente, está nesta Casa, junto com Saturno e Plutão. Isto vai indicar a motivação e todo o trabalho envolvido para recuperar o prejuízo econômico que vem na esteira de uma pandemia mundial.

Algumas pessoas, inclusive, vão investir em algo não raro emprestando dinheiro ou usando as economias, por acreditarem que pode dar bons frutos. Um desses investimentos pode ser fazer um curso ou consulta ou consultoria com um especialista que as faça enxergar além do que estão vendo, o que é uma necessidade de Sagitário no Ascendente.

Saturno e Plutão trazem condições financeiras ainda bastante restritivas, mas, com a presença de Júpiter, nem de todo ruins. Muitos microempresários e autônomos não estão faturando o que faturavam antes, mas ao menos estão tentando encontrar meios de continuar funcionando. A Casa 2 cheia e com ênfase em Capricórnio mostra um momento de muito trabalho e concentrado em produção e assuntos práticos.

Sol/Lua/Saturno no eixo das Casas 2 e 8 fala, ainda, de um mês muito voltado a trabalhar e produzir, ser cobrado ou se cobrar, e buscar resultados.

Previsões da Lua Nova em Câncer: momento requer maturidade e persistência para contornar crise

Apesar do Ascendente em Sagitário, que, se for bem usado, ajuda a manter o otimismo e espírito de superação, o Sol e a Lua estão na Casa 8, uma Casa crítica, seja de questões de ordem econômica, de saúde, emocional, etc. Assim, o momento requer ainda muito cuidado.

É marcante, igualmente, que o Sol e a Lua estejam em oposição exata com Saturno. Este é um aspecto restritivo e de seriedade, confirmando, mais uma vez, que o cenário não é de brincadeira.

É possível que, ainda que em muitas cidades do Brasil haja flexibilizações, em outros lugares a pandemia imponha restrições. O Sol/Lua na Casa 8 também falam de um número de óbitos ainda muito elevado em muitas partes do país e de situações críticas, não raro, com carência de recursos para os atendimentos.

Além disso, como o Sol rege dirigentes, sejam eles, por exemplo, autoridades políticas ou donos de empresa, o contato deste astro com Saturno implica em muitos encargos, preocupações e responsabilidades, sobretudo nos tópicos de finanças. Governos vão estar bastante preocupados com isto.

No plano individual, podem emergir crises, mas também processos de transformação e aprofundamento, sobretudo de padrões familiares. É um mês que favorece terapias especialmente ligadas a isto, como a constelação familiar. É hora de tocar em assuntos profundos, obviamente com seriedade e responsabilidade, mas estamos em um período muito curador. Muitas curas, todavia, vão requerer paciência consigo mesmo e com o próprio processo.

Mais persistência para transformações que requerem disciplina

Do lado positivo, o contato do Sol na Casa 8 com Saturno favorece processos de disciplina visando transformação, como pessoas procurando por ajuda profissional a fim de melhorarem a alimentação na pandemia. Tentar andar na linha é algo saturnino, embora também vá concorrer com um Ascendente em Sagitário, que às vezes dá impulsos na direção contrária, de excessos.

Também é possível, porém, que se lidem com obstáculos, burocracias, tarefas chatas e coisas demoradas. Paciência vai ser preciso.

Atenção com pessoas idosas e com sintomas depressivos para quem estiver vulnerável

Na saúde, muita gente que pegar o coronavírus poderá ter sintomas de média intensidade, com demora e necessidade de paciência para se curar, ou até alta intensidade, com possibilidade de óbito, como já foi mencionado. Novamente sendo mais complicado par pessoas idosas, o que já uma característica desta doença e fica ainda mais reforçado neste mapa astral.

Sol/Saturno também tem potencial para outros problemas físicos, desde gripes que não sejam pelo COVID-19 até dores na coluna, joelhos, dentes, artrites, artroses, paralisias ou agudização de problemas crônicos. Por causa do excesso de responsabilidade e/ou pressão, algumas pessoas ficam sujeitas a ter crises psicológicas e/ou físicas, como sintomas de estafa e/ou depressão, por isto é preciso haver especial cuidado para não se forçar demais os limites pessoais neste mês.

Cabeça focada em resolver questões financeiras e em ter mais profundidade

Mercúrio também está na Casa 8, fazendo com que os pensamentos girem em torno de questões financeiras, assuntos profundos, transformação e as crises que vão sendo enfrentadas.

Mercúrio faz dois aspectos, sendo um deles um sextil para Urano, que ocupa a Casa da Saúde, indicando, apesar de tudo, a emergência de boas soluções em termos de saúde, talvez testes de vacina e/ou medicamentos que sejam efetivos.

No plano individual, este aspecto traz ótimas ideias para o trabalho e para questões práticas, o que vai ser muito valioso neste mês. É um produtor de insigths e de criatividade. Mente rápida para sacações, e, ainda por cima, com profundidade (Mercúrio na Casa 8). Bom mês, como já foi dito, para terapias e consultorias, desde que a pessoa esteja disposta a encarar a realidade e a tentar mudar padrões de pensamentos.

Mercúrio também quadra Marte na Casa 5, o que pode trazer algum risco para atividades de lazer, esportes e também para crianças (elas são regidas por esta Casa). Assim, atenção com estes assuntos. Uma outra possibilidade é que o aspecto também gere algumas divergências na área amorosa, especialmente em assuntos que envolvam lazer, sexualidade e/ou finanças.

Lar: busca por inspiração e conciliação

Netuno ocupa a Casa 4, do lazer e da família. Apesar do aspecto falado no tópico acima trazer alguma possibilidade de discussão e divergência, vai haver um forte desejo de harmonia familiar e/ou com pessoas próximas, o que pode resultar em conciliação. Netuno traz o ideal ligado à família e ao lar, no qual se quer se distrair e relaxar, como ouvir música ou ver séries e filmes mais leves e inspiradores.

Eventualmente, traz também sentimentos de nostalgia. Pode indicar uma tendência a maior confusão para pessoas mais idosas, sendo necessário vigiar possíveis atrapalhos, seja com medicamentos, distrações ou esquecimentos.

Um outro ponto importante é que, com Netuno na Casa 4 da família, e mais a lunação em Câncer, família vai ser algo muito importante neste mês. Manter o contato com os entes queridos vai fazer toda a diferença, mesmo com todo o foco no trabalho. O plano emocional vai ser bem intenso. Alguns, inclusive, podem sentir falta do contato com os entes queridos em função da pandemia, mas vão continuar mantendo distância para evitar contaminação.

Não se exclui que pessoas da família possam também passar por restrições, como dores crônicas, problemas financeiros, depressões ou terem algum tipo de crise, já que a Lua/Sol estão na Casa 8 em tensão com Saturno.

Relações pedindo leveza e flexibilidade

Vênus, quase no final de um longo (para o padrão desse planeta) trânsito por Gêmeos, ocupa a Casa 7, favorecendo trocas, intercâmbios, diálogos, humor e leveza nas relações.

Faz uma quadratura aproximativa com Netuno, que pede atenção com ilusões envolvendo dinheiro e investimentos. Como Netuno ocupa a Casa 4, isto pode ter a ver com acessórios, equipamentos, compras para o lar ou, ainda, com outros objetos que não cumprem o que prometem ou não vão ser usados, seja para si mesmos ou adquiridos por pessoas próximas. Por isto, vai valer a pena ter uma atenção especial para compras e gastos neste mês, como adquirir um curso online e não fazer nenhum dia.

Para a parte afetiva, ligada a Vênus, o mapa pede um ir com cuidado e leveza para os solteiros, não apostando todas as fichas e, com isto, criando ilusões. Isto vai permitir que percebam e conheçam melhor o outro.

Porém, assim como aconteceu em maio, mais gente pode se tornar sonhadora e/ou carente neste mês, por conta da quadratura Vênus/Netuno.

O período ainda requer atenção para parcerias. Buscar informações antes de fechá-las, ou antes de fechar negócios importantes vai ser uma boa ideia. Algumas parcerias de negócios, todavia, podem ser muito criativas, com Vênus em bom aspecto com Marte na Casa 5, com bons resultados.

No amor, o bom contato de Vênus com Marte indica química/atratividade para solteiros e a possibilidade de estímulo para quem estiver em relacionamentos, em especial pelo lazer. Na Casa 5, Marte traz iniciativas para paqueras, para solteiros.

Lazer como contraponto importante ao dever e obrigações

Marte, aliás, ocupa a Casa do lazer e da criatividade. Isto vai ser importante em um mês de muitas responsabilidades. É como se fosse uma válvula de escape. Marte também tem a ver com atividade física, se mexer, havendo um grande incentivo para dançar ou fazer exercício em casa ou realizar uma atividade externa, desde que com todos os cuidados.

Mês de muita criatividade, inovações e responsabilidades no trabalho

Por fim, Urano na Casa 6 traz inventividade para o trabalho, algo que a crise solicitou. Também dá força para o trabalho sazonal, sem vínculo, e mais gente envolvida com serviços de entrega. Traz criatividade para autônomos angariarem negócios por meio de novas ofertas de serviços.

Bom momento, ainda, para inovar ou mudar hábitos, inclusive de alimentação. Mas tudo vai ter de partir de uma boa cabeça (Urano em sextil com Mercúrio), da vontade mesmo de se transformar (Mercúrio na Casa 8).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *