Lunação de 26/11 a 26/12 tem energia de projeção, mas também de um mês com atrasos e agitação

Por

Lua Nova em Sagitário traz energia de confiança e otimismo

No dia 26/11, às 12h05, ocorre a Lua Nova em Sagitário, com efeitos até 26/12/2019, quando ocorre a última Lua nova deste ano.

A Lua Nova gera um Mapa Astral, feito para a capital do país, com inclinações gerais que duram cerca de 30 dias para a população daquele país, período denominado de lunação. Conhecê-las ajuda a compreender as temáticas que irão predominar durante o espaço de um mês, para si mesmo e para pessoas próximas, levando a aproveitar melhor este período.

Esta lunação tem ênfase em Sagitário, um signo alegre e festivo, mas uma oposição Marte/Urano, que não é conhecida pela paciência, podendo indicar imprevistos e rupturas. Boas relações tendem a ser preservadas, com Vênus bem aspectada no estável Capricórnio. Confira os detalhes do que esperar para dezembro.

Ascendente em Peixes: deixando-se levar pelas emoções

O sensível Peixes está na linha do Ascendente, falando de um mês sensível, em que tanto podemos fluir na alegria com outras pessoas, festejando e curtindo, como também sentir mais suas aflições. Peixes é o signo do cardume, e o cardume se mistura.

Além disso, o gasoso Netuno, regente de Peixes, também está na Casa 1: nada é preto ou branco, há muitos tons não só de cinza, como também de outras cores, e, com isto, não vai ser impossível se sentir mais confuso e com menos clareza. Faço isto ou faço aquilo? Vou para cá ou para lá? Estas “nuvens” de dúvida, atraso e confusão podem estar mais presentes entre 5 e 11/12 (Sol em quadratura com Netuno) e 18 e 22/12 (Mercúrio em quadratura com Netuno).

Vícios, algo relacionado a Peixes, podem ter mais tendência a aparecerem ou voltarem, bem como fazer coisas que sabemos que podem não ser as melhores, já que Peixes às vezes escorrega para as ilusões. Netuno na Casa 1 pode indicar um mês que nos pega pela sensibilidade, como já foi dito, com a emoção muito mais à flor da pele. Do lado negativo, é preciso cuidar com dispersões. E também pode haver momentos de sono ou preguiça. Do positivo, muitos poder ser mais guiados por sonhos e por uma energia encantamento, só é preciso atentar, porém, se não se está ouvindo o canto da sereia ou se iludindo em excesso, algo também possível com este dúbio planeta em destaque.

Mês com sorte e projeção na carreira

Este mês tem uma particularidade digníssima de nota: Sol e Lua estão no ponto mais elevado do mapa, o Meio-do-Céu, ligado a ficar em evidência e a focar na carreira. Há chance de sucesso, ser visto, colher louros e ganhar aplausos e homenagens.

Quem estava esperando algo importante em termos profissionais, como ser chamado para uma vaga de emprego, tem um período com chances de isto acontecer, mesmo sendo o último mês do ano, podendo, por exemplo, ficar como uma promessa para o ano seguinte.

O Sol e a Lua nesta Casa pedem para não ter timidez e se lançar rumo a um crescimento e maior projeção, ainda mais por ocuparem o signo de Sagitário, conhecido pela ousadia e por acreditar em si mesmo. Assim, saia com tudo para pleitear uma bolsa, uma oportunidade ou qualquer outro objetivo. Pode ser que, com Netuno na Casa 1, algumas coisas demorem a se definir, mas as chances de sucesso são boas.

E uma outra coisa bastante sagitariana é: saia da casca, literalmente. Aceite convites, circule e se abra a oportunidades. Um dos segredos para a proverbial sorte sagitariana é justamente se expor mais ao mundo e circular. A Lua Nova em Sagitário nos convida a manifestar mais alegria e animação em nossas vidas. Aproveite este momento.

Forte energia de mudanças e novidades, mas também de rupturas

Um outro fator muito interessante é a presença de Marte em Escorpião, um de seus signos de domicílio (o outro é Áries). Este é um posicionamento dotado de muita força, garra e determinação. Assim, se você não estiver confuso ou perdido, um dos possíveis usos de Netuno na Casa 1 (excesso de dúvida ou sentimentalismo), este posicionamento inspira a lutar pelo que quer, e mais ainda na elevada Casa 9, das grandes aspirações, em sintonia com o Sol/Lua no Meio-do-Céu já explicado no tópico anterior.

O mau uso de Marte na Casa 9, porém, é ficar brigando para ver quem está certo. Muita gente perde um imenso tempo em redes sociais em discussões ou combates que não vão gerar mudanças. Marte faz oposição com Urano, perguntando onde você precisa revolucionar, mudar, fazer diferente e alterar atitudes.

No entanto, não é uma combinação fácil, pois a imagem aqui é a de um cavalo, com muita força, mas com muita rebeldia. Do lado negativo, há um potencial para acidentes (assim como fenômenos da natureza), especialmente nas proximidades já da Lua Nova ou logo após, atitudes intempestivas e impulsivas, e pessoas que furam compromissos, por motivos diversos, e deixam os outros na mão.

Também pode indicar acontecimentos que estão fora do controle, como um familiar que precisa ser operado de urgência. Há, igualmente, um aumento de imprevistos, como atrasos em voos e outras ocorrências que pedem jogo de cintura. Discussões com potencial explosivo, podendo ocasionar mudança de rumos, o que na hora pode ser chocante, mas também abrir novos caminhos.

Mente profunda e abrangente ao mesmo tempo

Mercúrio ocupa a Casa 9, no profundo signo de Escorpião. Este é um mês em que a mente pode, simultaneamente, ir fundo, mas também enxergar algo de cima, aumentando, portanto, muito o entendimento e a lucidez quanto a assuntos relevante. Porém, uma das condições para acessar isto vai ser muitas vezes, confrontar autoilusões e autossabotagens, olhar onde nos colocamos como vítimas ou de forma passiva, e onde não estamos alinhados com os melhores padrões, e, para isto, é preciso coragem e honestidade. Caso contrário, a inteligência aqui disponível vai servir mais para criticar algo externo, e não para a própria cura. Bom mês para estudos, palestras e se matricular em graduações e pós-graduações para 2020 (ou, ainda, pesquisá-las), pois há um grande interesse em aprender e expandir horizontes.

Um outro ponto é que o revolucionário Urano ocupa a Casa 3, falando em um momento de renovação de pontos de vista, em alguns casos, não raro por impacto de notícias ou de acontecimentos. Além disso, há um potencial maior, para quem estiver aberto a isto, e não se apegar em pontos de vista arraigados, finalmente mudar de ideia, rever algo ou repensar.

Oportunidades na esfera profissional

Vênus, o planeta do amor e relações, está em Capricórnio, onde tem mais freios e limites. Contudo, faz uma combinação curiosa com Júpiter em Sagitário ao seu lado, que traz desejo de se expandir. Isto vai indicar uma parte nossa que quer se expandir nas relações, sejam afetivas ou de outra natureza, mas que, por outro lado, avalia e trata o assunto com muita seriedade, com alguma contenção capricorniana.

Vênus está na Casa 10, reiterando o que foi dito sobre dezembro ser um mês de sorte e vantagens na vida profissional, lembrando que, em um contexto de crise, muitas vezes uma oportunidade aparentemente mediana precisa ser agarrada e aproveitada, pois pode facultar, mais tarde, subir ou ter acesso a algo melhor.

Amor com potencial de compromisso

Vênus/Júpiter em trígono com Urano favorece os compromissos, tanto no sentido de mantê-los como para solteiros interessados em encontrar um relacionamento estarem mais próximos de encontrarem pessoas disponíveis a isto. As relações que vão funcionar são as que os acordos estiverem sendo cumpridos. Caso contrário, a oposição Marte/Urano, já explicada em outro tópico, tende a dar guinadas e a fazer mudanças bruscas, uma vez que traz forte desejo de libertação de contextos desgastados. E Marte/Urano não raro faz isto da noite para o dia, surpreendendo muitas vezes a si mesmo e ao outro.

Preocupação com os rumos coletivos e festas animadas, mas sem loucura

Saturno e Plutão ocupam a Casa 11, do coletivo, podendo indicar tensão e preocupação com os assuntos do país, congresso e assuntos globais. Também pode ser um indicativo de amigos, ou nós mesmos, envolvidos com questões estruturais e de transformação, como, por exemplo, avaliando rumos profissionais ou pessoais que podem reverberar no futuro.

O mapa tem muita energia capricorniana, dizendo que, apesar do lado sonhador de Peixes e efusivo de Sagitário, vai existir também em uma faceta “pé no chão” e preocupada com futuro. E, até mesmo em gastos pode haver um pouco de ambivalência, por assim dizer, não querendo “cortar o barato” em um mês de festas, com atitudes pão duras, mas também tendo mais senso nas escolhas.

Deixe um comenário