O mito de Urano

Por

Escrito por Josylene Sousa

Urano era o Céu, o mais velho dos deuses. Uniu-se a Gaia e começaram tendo 12 filhos, os Titãs e as Titânias: forças violentas que inicialmente povoaram o mundo. Depois nasceram os Ciclopes, monstros com um olho só, e os Hecatônquiros, gigantes de 100 braços e 50 cabeças, forças que se opõem ao surgimento definitivo e ordenado de vida. São os cataclismas do início do mundo, preparando a criação das espécies de animais e, mais tarde, de seres humanos. Acontecem terremotos, vulcões, tempestades e é como se tudo estivesse revoltoso.

Urano passa a odiar esses filhos, não quer mais vê-los e obriga-os a ficar no ventre da mãe, Gaia ou Terra. Os filhos ficam enterrados na escuridão, pois, para chegar a evoluir, a ver a luz, é preciso tempo (como são precisos 9 meses para a criança sair do ventre materno). Esse momento simboliza o homem com medo da verdade, fechando os olhos ao que não quer ver e capaz de crucificar aquele que quer tirá-lo da ignorância.

Gaia revoltou-se contra essa atitude de Urano, sofrendo com a reclusão dos filhos e com a continuidade da fecundação. Odeia o marido e decide vingar-se. Chama os Titãs e pede que destronem Urano. Os Titãs se recusam, mas Saturno concorda.

Saturno sofre por causa dos irmãos, mas também tem o desejo insaciável, pois o Tempo comanda, altera a vida, devora tudo: seres, momentos, destinos, sem apego a nada. O Tempo mata; o que passou passou, é preciso construir o futuro. o Tempo sempre vence.

Então Gaia dá a Saturno a foice que vinha afiando há muito tempo e assim Saturno corta os testículos do pai, quando Urano volta a se aproximar da mulher.

Urano sangra, grita, os testículos voam pelo espaço e caem no mar formando uma espuma, de onde nasce Vênus. O sangue de Urano cai na Terra e a fecunda ainda mais uma vez.

Urano simboliza a mudança. As convulsões sociais e revoluções, acontecimentos tão violentos, só ocorrem em estruturas muito velhas e arcaicas, nas quais é necessário um impulso muito forte para modificá-las.

2 comentários sobre “O mito de Urano”

Sou apaixonada por Astrologia e pelo seu site. Confesso que amo seus textos e hoje é um dia especial que separei pra ler sobre o principal regente de meu signo. Urano e Aquário, duas paixões, tanto no meu signo solar (25/01) como em meu ascendente e meus “Urano e Marte em Aquario” hahaha loucura! Mas de verdade, são 3:41, não consigo dormir e seus textos estão preenchendo esta noite de insônia. Muito obrigada.

Deixe um comenário