Astrologia

O Sol em Capricórnio (o capricorniano)

publicado por

Principal Característica: a persistência
Qualidade: seriedade
Defeito: rigidez, compulsão pelo trabalho

 “A ti Capricórnio, quero o suor da tua fronte, para que possas ensinar aos homens o trabalho. Não é fácil tua tarefa, pois sentirás todo o labor dos homens sobre teus ombros; mas pelo jugo de tua carga, te concedo o Dom da Responsabilidade.”
E Capricórnio voltou ao seu lugar.
(Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977)

Capricórnio é o signo da cabra montanhesa. Esse símbolo reflete a persistência e a paciência deste signo em atingir seus objetivos.

O capricorniano tem uma mãe forte e competente. Muitas vezes, o pai do capricorniano é uma figura rígida ou distante, também havendo casos em que fica ofuscado pela personalidade da mãe, simbolizando apenas um poder formal. Apesar disso, ele exige respeito, é uma referência, mesmo que a mãe possa ser a verdadeira organizadora da casa.

Nesse sentido, a família do capricorniano é extremamente convencional. Ele também percebe a existência de regras e normas. Assim sendo, desde cedo o capricorniano é muito realista. Mesmo que não haja uma cobrança direta, ele é disciplinado e pressente que só conquistará o respeito se assimilar as regras da casa. Muitos capricornianos, inclusive, são bons alunos. Menos ou mais esforçados, eles sempre levam a sério os seus exames, provas e notas. Um estudante capricorniano que tire notas baixas de alguma maneira se sente devendo algo, mesmo que não conte isso para ninguém. O capricorniano, desde cedo, tem necessidade de se destacar (Sol) pelo seu esforço e competência (Capricórnio).

O pequeno capricorniano admira a forma como a mãe tem tudo sob controle. Mesmo que a mãe do capricorniano não trabalhe fora (o que é cada vez mais raro hoje em dia), ela é uma pessoa ativa e ocupada. Mais tarde, o capricorniano desejará seguir o seu exemplo. E ele respeita a autoridade porque deseja ser um dia a autoridade.

Sempre se diz que capricornianos são velhos quando moços e jovens quando idosos. É que quando jovens capricornianos têm muitas metas a cumprir. Eles não relaxam (ou seus pais não deixam que relaxem) enquanto não cumprirem seus objetivos, daí o ar de seriedade. Eles não levam a ambição apenas como um sonho, eles realmente querem realizar suas ambições, é este o seu teste. Para o capricorniano, o valor de uma pessoa está naquilo que ela é capaz de fazer, e não no que ela é capaz de sonhar. Desejar algo sem trabalhar para isso é o mesmo que olhar para o chão e ordenar que brotem árvores frutíferas. Desde cedo, o capricorniano tem uma percepção muito apurada de que tudo o que é bom ou valioso tem um custo, o custo do trabalho.

Diz-se que o capricorniano é rígido demais. Isso vem do fato de logo encarar a vida com seriedade. Mesmo o mais descontraído dos capricornianos se cobra muito. Ele tem um alto padrão de qualidade. E a fama de ser conservador? Bem, um capricorniano cresce em uma família estruturada, não importa se as pessoas gostem uma das outras ou apenas cumpram um papel, este último acontecendo com frequência na família do capricorniano, ou se há um afeto genuíno. Ele tem necessidade dessa estrutura, mesmo que seja, para um dia, desmentir isso. Ele quer conhecer as regras do jogo para um dia saber jogar e ganhar. Capricórnio é um signo preparado para o mundo, ou que tem por meta se preparar. Por causa desta meta realista, há um componente de solidão que lhe é inato.

Desde pequeno, o capricorniano acha normal assumir responsabilidades. Algumas vezes, ele tem uma maior sobrecarga do que as outras crianças, não tanto em em número de tarefas como em termos psicológicos. Apesar disso, o capricorniano aprende a gostar dessa confiança. Ela lhe dá algo a mais do que as outras crianças não têm. Ele é visto como maduro e além da sua idade física.

Como ele é exigente consigo mesmo, o é também com os outros. Ele pode ser impiedoso com um subordinado do tipo ‘corpo mole’ ou alguém mimado. Mas, ironicamente, irão encontrar muitos mimados, não raro na própria família. Muitas vezes, irão reclamar de um irmão mimado, enquanto eles mesmos tiveram de dar duro. Mas o que é motivo de reclamação pode ser, mais tarde, de agradecimento, pois eles farão as suas vidas.

No corpo humano, Capricórnio rege os joelhos, os ossos, dentes e coluna. Se o capricorniano ficar muito rígido e orgulhoso, é comum ter problemas nos joelhos e nas outras articulações. Observe que a simbologia das articulações é o fato de a pessoa se dobrar, ser flexível, em suma, ter um pouco de leveza. Se o capricorniano se identificar muito com o poder mundano que ele conquistou, ou, ao contrário, julgar o mundo e a si mesmo de maneira severa demais, ele poderá ter enrijecimentos no corpo.  A ambição é um traço saudável e impulsionador na sua personalidade, mas levada ao extremo ela pode ser cruel e esmagadora para com os outros e consigo mesmo.

Capricórnio é o signo de tudo o que é feito para durar. O capricorniano aceita bem os desafios terrestres, até mesmo a velhice. Aliás, ele se sente melhor quando é testado do que quando está em uma fase em que não é exigido, ou, pior, que não pode fazer nada. Na verdade, um capricorniano só atinge seu brilho e vitalidade pessoal máximos quando começa a se destacar naquilo que faz, coisa que ele normalmente conquista a partir de um trabalho persistente e consistente. Muitas vezes, ele fica perdido na infância e na adolescência, pois essas não são as fases da autonomia e competência, e sim da fantasia, do afeto e da experimentação. E principalmente o afeto parece ser um tema difícil na vida do capricorniano. Alguns não se sentem amados por um de seus pais (ou ambos) e alguns, mesmo sabendo que são amados, se fecham. Em geral, um capricorniano se sente melhor à medida em que amadurece e vai ganhando instrumentos para ser ele mesmo. Não raro, Capricórnio acha seus pais – secretamente – perdidos, incapazes ou confusos, e isto pode ser tão mais conflitante quanto mais ele os ame.

Mais do que qualquer outro signo, o capricorniano vê a vida como um campo de provas. Não que ele seja pessimista a respeito da vida, mas ele considera o tempo na Terra como uma época de aprendizado. Esta visão do capricorniano faz com que ele contemple a vida sob uma perspectiva mais madura. Como ele conhece os testes da vida, uma parte dele, conformada com esses testes, reage com humor, como uma forma de defesa e criatividade frente à realidade. Muitos humoristas brilhantes tem esse signo natal (no Brasil, Jô Soares, Renato Aragão), pois Capricórnio é o signo que mais compreende que não se pode forçar o tempo e o ritmo das coisas, ou impor ao mundo as mudanças que gostaríamos. Ele tem noção da grandeza do mundo e da brevidade da vida, e é por isso que ele vê com tanta seriedade o fato de ter de fazer algo significativo enquanto está aqui. Ele também prefere conhecer a realidade, e poderá saber temperá-la com um toque de humor, o que vai ser excelente para que ele seja mais tolerante e menos pessimista (lembrando que a contemplação excessiva da realidade pode engendrar traços depressivos).

Capricórnio é um signo da Terra, portanto, um signo voltado para a realização material no mundo. Mas é também um signo cardinal, e o signos cardinais desejam FAZER algo. O sonho secreto do Capricórnio é, de um modo ou de outro, imprimir a marca do seu trabalho no mundo, seja sendo um bom professor, cartunista, médico, etc. Ele também tem um compromisso com os fundamentos corretos. Capricornianos podem se tornar facilmente exemplos, referências ou figuras de autoridade em seus meios. Se souberem usar o seu poder temporal, poderão fazer muitas coisas pela empresa ou instituição de que participarem e pelas pessoas ao redor. Porém, terão de aprender também a hora para relaxarem e estarem com pessoas próximas, a fim de que a dedicação ao trabalho não absorva todas as suas energias.

Capricórnio exerce a liderança por sua experiência e pelo seu trabalho. Algumas vezes ele pode ser demasiadamente motivado por esse poder, preocupando-se em demasia em parecer bom ou superior ou em não ter falhas. Mas, outras vezes, ele pode utilizá-lo construtivamente para deixar algo não só para seus filhos e família, como também para outras pessoas. E, apesar de sua postura séria e dedicação ao trabalho, todo capricorniano é muito motivado por sua família. Eles têm um coração de manteiga no que se refere a este assunto. Em geral, são melhores doadores do que receptores. Como receptores, já foi dito que nem sempre acharam que suas famílias eram bem estruturadas. Mas podem tentar se esmerar como pais, procurando dar o melhor a seus filhos, mas também cobrando que tenham valores, posturas e façam a sua parte. Sentem que precisam ensinar alguma coisa a respeito da vida e do trabalho. No fim eles sabem que o trabalho faz a diferença, mas que nós somos lembrados, mesmo, pelo afeto que conseguimos construir com as pessoas. Por isto, eles precisam realizar o seu eixo: trabalho e pessoas. Quando realizam isto, ficam em paz. Talvez só precisem conhecer os limites de até onde podem ir, para que não fiquem a vida inteira cobrando de si mesmos um esforço que fisicamente não têm como dar.

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

8 comentários: “O Sol em Capricórnio (o capricorniano)”


  1. Bella diz:

    Muito bom! Eu sou de Capricórnio e tenho 13 anos e concordo com a maioria das coisas. Quero ser bióloga marinha e deixar a minha marca no mundo. Sou uma boa aluna e cobro muito de mim e das minhas amigas. Sou muito reservada, mas gosto muito de conversa. Prefiro conversar com os adultos do que com crianças ou pessoas da minha idade, porque elas em geral não falam nada de interessante. Minhas amigas me acham um pouco pessimista, mas eu sou realista. Não adianta ver o lado bom das coisas sem considerar as ruins. Acho que é isso. Boa Sorte para todos de Capricórnio. Mesmo achando que sorte é uma coisa que dá e passa.


  2. thalles lavinsky santos diz:

    Adorei esse site, ele fala tudo sobre a personalidade dos capricornianos. Gostei muito !!!


  3. Paula Arroyo Krause diz:

    Adoro astrologia e desde os 11 anos é um hobby pra mim ler textos e interpretações astrológicas de vários autores diferentes. Meu pai tinha o livro enorme da Linda Goodman, Compatibilidade Amorosa (se não me engano), e eu me divertia lendo como cada signo se saía no relacionamento com o outro.

    Por ser do final de janeiro (dia 18), sempre me identifiquei muito com a descrição aquariana, mas pela primeira li um texo, o da Vanessa, que descreve o capricorniano sem dar tanta ênfase ao peso que o capricorniano carrega, já que isso lhe é algo natural. Ele, de fato, não,sente tanto este peso. Mas uma coisa que é tóxica mesmo a todos nós capricornianos, e nos faz muito mal, é a forma como somos permeáveis à realidade, às coisas doentias e negativas que às vezes nem são nossas. Basta que estejamos assistindo pela tv, por exemplo, algo negativo e isto nos pesa na alma, nos faz extremo mal. Por isto precisamos muito do humor e talvez tenhamos uma tendência ao distanciamento emocional para não sofrer. Talvez reprimamos nossas emoções. Mas gostaria de dar parabéns a Vanessa.


  4. vtuleski diz:

    Muito grata pelo feedback, Paula, e pelo comentário enriquecedor a respeito de mais uma possível característica dos capricornianos!


  5. Ruth Sasaki diz:

    Oi Paula, Vanessa, tb tenho o Sol em Capricórnio, e o comentário da Paula, me chamou a atenção, pq não sinto que ela seja “permeável” devido a posição do Sol. Talvez seja em função da Lua, ou de outros aspectos do tema. Afinal Capricórnio é um signo de Terra, e a Terra é fria, e seca. Sabemos que o frio é um elemento de retração, introspeção e que o seco torna impermeável. Talvez seja legal Paula, vc ver todo o seu tema. Pq sinceramente não sinto que essa sua absorção das coisas seja algum aspecto do seu Sol.


  6. Fernanda diz:

    A melhor descrição do meu signo que já li até hoje! Parabéns!


  7. Gabriella diz:

    Um dos textos mais lindos q eu já li sobre capricornianos. 🙂 Obrigada.


  8. Jefferson diz:

    Nossa, não sou de acreditar em horóscopo, mas às vezes pela brincadeira gosto de ler. Olha, nunca vi tanto de mim numa descrição como vi nessa. Pela primeira vez terminei de ler um texto sobre capricornianos realmente com vontade de ler do início ao fim. Meu sincero obrigado: passei por uma crise de identidade nas últimas semanas e agora relembrei meus objetivos para a vida. Grande abraço!

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Personare e Constelar. Membro do SINARJ, palestrou eventos para astrólogos promovido por este sindicato de 2012 a 2017, e, novamente, em 2019, com duas palestras.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão. O profissional agradece.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

2020 - Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Magno Valdetaro
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License