Astrologia

O Sol em Leão (o leonino)

publicado por

Principal Característica: alegria
Qualidade: dignidade, generosidade, extroversão
Defeito: egocentrismo, autoritarismo, teimosia

“A ti Leão, atribuo a tarefa de exibir ao mundo Minha Criação em todo o seu esplendor. Mas deves Ter cuidado com o orgulho, e sempre lembrar que é Minha Criação, e não tua. Se o esqueceres, serás desprezado pelos homens. Há muita alegria em teu trabalho; basta fazê-lo bem. Para isso Eu te concedo o Dom da Honra.”
E Leão voltou ao seu lugar
(Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977)

Leão é regido pelo Sol, símbolo da vitalidade. Por que Leão é como é? Será que todos os leoninos são egocêntricos, como se diz?

Qualquer pessoa funcionando com o melhor de si irá refletir com muito mais força as qualidades positivas de seu signo. Porém, todo signo tem uma história que fez ser como é. Leão é um signo fortemente baseado na figura paterna, que para ele espelha força e autoridade. A personalidade do pai do leonino é muito forte, e o nativo deste signo deseja ser um dia como ele. A primeira atitude do leãozinho é imitar o seu pai. Ele quer ser tão respeitado quanto ele e é por isso que todo Leão tem em si a necessidade de expressar sua personalidade. É como se dentro de si perguntasse: quando eu vou me tornar o modelo em que sonho ser, a grande pessoa que um dia eu sonhei que seria?

Assim como a vida na Terra seria dizimada se o Sol se apagasse, um leonino que não exerça a sua personalidade, que não seja exuberante de alguma maneira, vai se sentindo minguando por dentro. Por isto boa parte da vida de um leonino é dedicada a se encontrar e realizar algo que apareça para o mundo ou para alguém. Esta busca, como qualquer busca, poderá resultar em acertos ou equívocos. Um equívoco é quando o leonino, na ânsia de se afirmar, quer fazê-lo a qualquer custo (“oi, eu estou aqui, eu sou o melhor”). É uma distorção, tanto do Sol como de outros posicionamentos neste signo, a necessidade de se declarar especial e de querer ocupar todos os espaços, como se disso dependesse toda a vida, e como se não existissem outras pessoas capazes e talentosas. A vaidade excessiva é um traço dos leoninos ainda inseguros, que estão buscando a aprovação paterna de maneira forçada, e não dentro deles mesmos. Quem de fato se credita não precisa que o outro o declare como sendo o máximo. Se você pensar bem, será que uma estrela da magnitude de um Victor Hugo poderá se dizer melhor do que Ernest Hemingway? São dois artesãos da palavra. O mundo tem lugar para todas as gamas de talentos.

Embora não seja bom para o leonino achar que está acima dos outros, de alguma forma é importante para este signo deixar a sua marca no mundo. Em alguma área Leão desejará se destacar e dar o melhor de si, seja através daquilo que faz, escreve, pensa ou fala. Este é o lado artista de Leão, aquele que quer se expressar. Pode ser o artista da piada, da presença, o artista com seus filhos, não importa, em algum lugar eles querem ser únicos.

Também faz parte de Leão o cultivo da generosidade. Leão acha importante ser generoso. Pode ser generoso ao compartilhar algo, dar algum presente ou prestar uma ajuda. É o signo que mais distribui calor. Quando um nativo deste signo compreende o propósito de sua vida, ele aquece qualquer ambiente de que participa, tem vitalidade, brilho e alegria e também se sente útil.
Um traço com o qual todo leonino precisa cuidar é com o autoritarismo. O pai do leonino tinha autoridade, e o leonino valoriza a capacidade de se fazer respeitar. E é, normalmente, muito sensível a injustiças e desmandos. Pode comprar brigas ou se posicionar ao lado de alguém que considere desfavorecido. A única distorção disso é quando ele acha que está sempre certo ou quando tenta impor aos outros o seu ponto de vista. Quando se torna militante ou se mete na vida de pessoas próximas. Ou, ainda, quando acaba tentando mandar no colega, no parceiro, sem estabelecer uma troca ou negociação. Portanto, todo leonino consciente precisa observar se não anda extrapolando limites.

Leão é um líder inato. Algumas vezes, acaba até pegando coisas demais para si mesmo ou centralizando o que poderia ser melhor distribuído. É bom lembrar, também, que a liderança exige sacrifícios. Os verdadeiros líderes se sentem responsáveis pelas pessoas sob sua liderança. Assim, quanto mais desenvolvido é um leonino, mais responsável ele é, mais ele trabalha em si mesmo, mas mais ele também tem noção de que é parte de algo e não a única personalidade do universo. Ninguém é insubstituível e ninguém se mantém no centro do palco por muito tempo. O centro do palco é um rodízio!

Outro traço do leonino pode ser querer que o mundo gravite em torno dele. Ele pode ficar mimado e querer chamar a atenção, muitas vezes com prejuízo de si mesmo, como o adolescente que começa a usar drogas ou do estudante que vai mal na escola porque quer que os pais olhem para ele. Algumas vezes, isto se torna uma sabotagem de toda uma vida. Ser mal sucedido e preocupar toda a família é uma maneira sombria de chamar a atenção e exercer algum tipo de domínio.

A medida em que escolher amadurecer interiormente, fazendo um exame real de si mesmo, Leão poderá começar a refinar comportamentos. Poderá saber se posicionar, mas também se calar. Ao invés da teimosia, usará a firmeza, mas se disporá a ouvir a versão do outro; no lugar da arrogância; saberá como transmitir uma mensagem no tempo certo.
Os leoninos devem ser, sim, as alegrias de suas famílias, núcleos, amizades. Devem esbanjar exuberância. Mas devem compreender isso como uma missão que ocupam no vasto mundo, onde cada um tem sua missão e também os seus talentos. Precisam, também, compreender que o mundo é de trocas. Assim, para ser aplaudido pode ser necessário ter a humildade de aplaudir, pois um dia a sua estrela subirá. E descerá também, para que a estrela de outros também suba.

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

Um comentário: “O Sol em Leão (o leonino)”


  1. Douglas diz:

    É incrível, mas é assim mesmo que acontece. Às vezes, se não fosse pelo meu grande orgulho que pra quase nada serve, eu já seria um Grifon, e estaria voando alto por aí, mas esse orgulho leonino me mata e me priva até do amor de minha família, alguém sabe uma receita pra acabar com o orgulho demasiado? Bem, sou também generoso e inteligente. Leão percebe as coisas mas fica na sua, para no momento certo agir. Damos uma de bobo em 70% dos casos só pra lucrar. Dentre outras coisas, somos apaixonados pelas artes, pela vida, e temos muita fé sob quaisquer circunstâncias.

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Personare e Constelar. Membro do SINARJ, palestrou eventos para astrólogos promovido por este sindicato de 2012 a 2017, e, novamente, em 2019, com duas palestras.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão. O profissional agradece.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

2020 - Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Magno Valdetaro
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License