Astrologia

“Anne With E”: a série encantadora de viés taurino, com protagonista com misto de Gêmeos, Peixes e Leão

publicado por

Publicado no Facebook em 24/04/2020

Em tempos de pandemia e isolamento, séries com conteúdo positivo exercem um efeito apoiador no plano emocional. “Anne With E” foi indicada para mim, pois, a princípio, eu não me interessei pelo tema da órfã, mas me surpreendi e me apaixonei pela série, por isto gostaria de contar, astrologicamente, como a enxerguei.

Avonlea: um lugar taurino

O primeiro ponto é que tem um viés taurino, pois se passa em uma pequena cidade do interior, de vocação rural e tendente a manter seus costumes (Touro), a fictícia e encantadora Avonlea, na Ilha do Príncipe, no Canadá, próxima de uma belíssima área de falésias, de tirar o fôlego.

Pois bem, a história começa com um engano. Os irmãos Matthew e Marilla, já em idade madura, solicitam a um orfanato um menino, com o objetivo de ajudar nas lides da fazenda. Naquele momento, pensam em um sentido puramente prático (uma faceta do elemento Terra, ao qual Touro pertence), e não afetivo. Mas vai ser, justamente, o plano afetivo deles que vai se desenvolver, e muito, com a adoção, com o tempo expondo, para si mesmos, suas próprias questões emocionais.

Os elementos piscianos na história e na psique da personagem

Eis, porém, que o orfanato manda uma menina de 13 anos, a tagarela Anne. Aqui nota-se de cara o signo de Peixes: um engano (erros fazem parte deste signo e do seu regente, Netuno) e o tema da orfandade. Peixes rege todos os excluídos, doentes, marginais e desamparados, bem como os órfãos. Enquanto os irmãos esperam mão de obra, Anne quer um lar e amor. Ela tem este tipo de esperança (um traço pisciano), que parece até vã, depois de ter experimentado circunstâncias de vida tão difíceis, tendo já sofrido bullying, crueldade, explorações e maus tratos de toda ordem. Mas esta necessidade por amor e inocência fazem parte da infância, e Anne chega bastante menina à Fazenda Green Gables, com a qual se encanta (Peixes) à primeira vista, sentindo que pode ser o seu lar.

As marcas do que sofreu fazem com que tenha uma profunda carência, que aparece, inicialmente, como uma intensa verborragia. Vocês devem conhecer pessoas que falam sem parar como forma de aliviar o emocional. Embora a expressão verbal e a inteligência fizessem parte da personalidade dela, no momento inicial em que conhece Matthew, Anne tenta impressioná-lo com o seu ponto forte, sua inteligência e expressão, na ânsia desesperada de ser aceita e não voltar ao cruel e inóspito orfanato. E, de fato, o calado e monossilábico Mattew fica boquiaberto com a garota, conforme vai revelar para a irmã mais velha mais tarde.

A entusiasmada Anne na sua primeira viagem com Matthew

Um possível Ascendente Geminiano para a protagonista

Aqui podemos pensar, portanto, em um elemento geminiano na personalidade da garota. Eu sugeriria um possível Ascendente neste signo, pois é como Anne se apresenta, extremamente falante e comunicativa. É magrinha (Gêmeos, no seu arquétipo, tende a ser mais alongado, longilíneo e juvenil), mas sempre se dizendo muito forte, pois já realizou trabalhos pesados. Tem um poder de persuasão enorme (Gêmeos), muitas vezes usando de mentiras para se safar de situações ou para manipulá-las (um possível traço deste signo), mas sem, realmente, no caso dela, querer prejudicar alguém.

E o signo de Peixes também faz parte de sua personalidade, talvez como tendo a Lua ali, já que Anne é muito sensível, empática e imaginativa. Ela constrói todo um mundo imaginário à parte para sobreviver às enormes pressões que sofre desde a mais tenra infância.

O ambiente calmo, afetivo e enraizado de Avonlea, taurino, é tudo o que precisa para florescer, mas antes tem que passar pelas barreiras endurecidas de Marilla, que, no fundo, tem um coração de ouro, apesar da rigidez e pragmatismo (bem capricornianos) que aparenta.

Sol em Leão: orgulho, liderança e vocação para o palco

Todavia, engana-se quem pensa que a órfã tem personalidade apenas doce, pois o terceiro signo visível nela, e que cresce com o tempo, é Leão, no qual eu colocaria o Sol. Anne tem um temperamento forte, muitas vezes explosivo (como são os signos do elemento Fogo) e dramático. Ademais, na sua imaginação de infância, era nada mais, nada menos, do que a “Princesa Cordélia”. Ser uma princesa ou rainha é algo tipicamente leonino. E, detalhe, Anne adora estar no palco (Leão), recitando textos, e, de alguma forma, aparecendo. É verdade que se incomoda com seus cabelos cor de fogo, que a distingue das outras pessoas e a fazem aparecer demais, mas, lentamente, com o tempo, enquanto lapida a sua tão sofrida autoestima, vai, também, se aceitando mais. E, além disso, as profundas marcas da orfandade e abusos que sofreu na vida vão dando lugar, progressivamente, a uma forte e natural liderança, algo também leonino. É seu Sol que emerge, apesar do mito incorreto, e tão propalado, de que “com o tempo, vamos nos tornando nosso Ascendente e menos o nosso Sol”. É o contrário, com o tempo, se nos trabalharmos, vamos fazendo brilhar o nosso Sol! O Ascendente é a forma como nos apresentamos, e o Sol, nossa essência, e cada um tem um papel completamente distinto, em que um não se sobressai em relação ao outro, com o Ascendente, conforme sugere este falso mito, tomando o lugar do Sol, engolindo-o e cumprindo uma função que não é dele.

Anne detestava ser ruiva, mas, com a melhora da sua autoestima, vai aceitando suas características e aprendendo mais sobre suas habilidades e pontos fortes

Anne é, como os nativos deste signo, calorosa, leal e afetiva, mas, por vezes, bastante orgulhosa também, como se nota na sua amizade com um garoto tão brilhante e insaciável por conhecimento (uma marca geminiana) quanto ela: Gilbert. O temperamento orgulhoso de Anne também aparece logo nos primeiros capítulos, em que, forçada a pedir desculpas a uma senhora que faz parte das relações de Marilla, mas que a insultou, a ruivinha precisa fazer um enorme esforço para isto, até que, por meio de sua enorme habilidade com as palavras (Gêmeos), encontra um modo de cumprir o que a mãe adotiva ordena e dar uma boa cutucada na tal senhora, o que, no fundo, vai selar o início de uma boa amizade. Afinal, as duas têm temperamento forte, como, aliás, Marilla também.

Série encanta e ao mesmo tempo faz pensar, trazendo situações que discutem preconceitos

A série descreve os temas da adolescência, as primeiras curiosidades sobre amor e sexo, as amizades, rivalidades e conflitos desta idade, como o forte anseio por se encaixar em um grupo e ter aprovação. A história se desenvolve por volta de 1900, com Urano transitando por Sagitário, época de veloz crescimento. 1900 é quando o metrô de Paris foi inaugurado e, um ano antes, o Brasil fez a proclamação da República. O mundo já começava a ser sacudido por mudanças que se tornariam ainda mais velozes nas décadas seguintes, e, assim, de alguma forma, Avonlea também, especialmente a partir de Anne.

Por não ter tido um berço de ouro, como sua melhor amiga, a bela e afetuosa Diana, a jovem é mais livre e maleável para questionar o mundo ao redor e se abrir ao novo e ao diferente. Ela pode absorver questões sem preconceito, um traço positivo de Gêmeos, que, no seu melhor, tenta escutar mais de um lado de uma questão, enxergando-a por muitos ângulos. E este é também um dos grandes pontos fortes da série, apresentando diversos temas polêmicos (racismo, emancipação feminina, homossexualidade, etc) no cenário bucólico de Avonlea.

“Anne With E” termina deixando saudade. 💖

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

Um comentário: ““Anne With E”: a série encantadora de viés taurino, com protagonista com misto de Gêmeos, Peixes e Leão”


  1. Heloisa diz:

    Serie que encanta, na aridez surge alegria, irreverencia, doçura que vai suavizando pessoas endurecidas. Amando, ainda não terminei. Correlações astrológicas nítidas, valeu! 👍🏻🌺🌾🌻

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Personare e Constelar. Membro do SINARJ, palestrou eventos para astrólogos promovido por este sindicato de 2012 a 2017, e, novamente, em 2019, com duas palestras.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão. O profissional agradece.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

2020 - Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Magno Valdetaro
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License