Astrologia

Velho Chico: uma novela pisciana com um protagonista pisciano

publicado por

Pediram para eu escrever astrologicamente sobre a morte do ator Domingos Montagner. Este texto, porém, não é para dizer que a morte precoce do ator estava prevista no mapa dele, mas sim para levantar algumas reflexões com base na Astrologia e explorar a coincidência entre ficção e realidade que destacou este caso para além da perda abrupta.

Ator pisciano

Ator pisciano

A morte do protagonista da novela das nove causou espanto por vários motivos: por atingir uma pessoa ainda jovem para morrer (espera-se que ela colha as pessoas na velhice), por ser inesperada (não havia uma doença, por exemplo), por se tratar de um acidente quase bobo, que qualquer um poderia sofrer, por ocorrer enquanto o ator ainda estava em uma tremenda vitrine, com enorme visibilidade (e tendemos a ingênua e repetidamente achar que a fama, com todo o seu manto poderoso, tem mais força do que a morte) e, finalmente, o motivo mais assustador: porque na novela o personagem também foi levado pelo rio São Francisco.

Ficção: o protagonista de “Velho Chico” foi dado como morto após ter sido ferido por tiros e caído no rio São Francisco, de onde teria sido resgatado em grave estado de saúde por uma tribo indígena.  Após isto, retornou para os braços de sua amada, vivida pela atriz Camila Pitanga.

A vida real, contudo, não foi tão generosa. Os dois atores foram tomar um banho no rio e, ao perceberem forte correnteza, tentaram voltar. Camila chegou antes e tentou puxar Domingos por duas vezes. Porém, o ator acabou sendo levado pelas águas e morreu afogado.

Várias coisas chamam a atenção nestes acontecimentos. Primeiro: “Velho Chico” estreou em 14 de março, entre dois eclipses, e a morte de Montagner foi em setembro, justamente quando ocorreram dois novos eclipses (o intervalo entre eclipses é de seis meses).

Eclipses de 2016:

Solar – 08/03 – 18:55 Peixes

Lunar – 23/03 – 03:17 Libra

Solar – 01/09 – 09:21 Virgem

Lunar – 16/09 – 24:19 Peixes

A novela tem mapa com Ascendente em Escorpião, que é um signo que pode ser bastante intenso e/ou pesado (eu não posso falar sobre a obra, pois não a assisti, mas notei esta atmosfera quando vi algumas cenas). O Sol, que rege o protagonista, está exatamente a 24:50 de Peixes, grau exato em que ocorreu o eclipse lunar do dia 16 de setembro, sendo que o ator faleceu na véspera. Eclipses ocultam, revelam, confundem, mexem.

O mapa astral de Velho Chico tem quatro dos dez planetas em Peixes, isto sem contar Quíron, que também está lá. Peixes, como qualquer estudante de Astrologia sabe, rege os rios, e o grande protagonista de “Velho Chico”, como o próprio nome já diz, foi o rio São Francisco.

“Santo”, o segundo protagonista, foi vivido pelo ator, e é uma alcunha pisciana, pois se há um signo que rege os santos e seus milagres só pode ser Peixes. Na novela, o personagem é salvo por um milagre. Uma tribo indígena – povo que também remete a Peixes, por seu misticismo e, igualmente, por pertencer a um estrato social marginalizado – o resgata.

No mapa, porém, da novela, o Sol está conjunto a Quíron. Quíron é um “planeta” (entre aspas, porque sua classificação astronômica não é esta) que eu não gosto muito de falar, pois se há pontos/planetas que mostram coisas difíceis Quíron sem dúvida está associado a isto. Descoberto em 1977, orbitava entre Saturno e Urano, tendo saído anos depois do sistema solar.  Ora, Urano rege os acidentes, e Saturno as coisas penosas, mas também os aprendizados. Quíron é um tremendo professor (Saturno), mas atua assim através de lições penosas associadas a ferimentos, inabilidade e acidentes que se tornam marcantes.

Mapa da estreia de "Velho Chico" com horário aproximado de 21h00

Mapa da estreia de “Velho Chico” com horário aproximado de 21h00

O Sol conjunto a Quíron no mapa da novela marcou o personagem, e também o ator. A questão é se a morte do ator foi mesmo um acidente. Aqui se entra no campo pisciano das crenças, variadas e divergentes. Só uma coisa que acho que cabe destacar é que o ator sofreu o afogamento após ter gravado as cenas finais da novela. Do ponto de vista da novela, a missão, ainda que dolorida após o seu final, foi cumprida. Do ponto de vista dos fãs, família, amigos, colegas, etc, um ator falecer como protagonista e no auge da vida pessoal, artística, não tem nada de missão cumprida, mas tão somente de incompletude e perplexidade.

A época de eclipses costuma ser de muita mobilização e de fatos que vêm à tona. Me chamou a atenção neste mês de setembro três acontecimentos marcantes ligados a celebridades (regidas pelo Sol, em destaque no mapa desta lunação):

– separação do casal modelo televisivo, William Bonner e Fátima Bernardes;

– morte do ator Domingos Montagner;

– divulgação de um vídeo de um ator famoso em uma situação marginalizada (com drogas, Peixes, e travestis, marginalizados também).

Sonhos ruindo, uma das possibilidades da quadratura Saturno/Netuno (também em destaque na lunação de setembro), que caracterizou o ano. Quanto ao ator, se não bastasse o eclipse lunar ter caído no Sol (protagonista) da novela, o eclipse solar atingiu seu próprio Sol e Plutão (Plutão é um significador de perdas ou acontecimentos intensos). Uma novela pisciana como velho Chico precisava de um protagonista deste signo, que era Montagner. E quer saber outra coincidência? O ator TAMBÉM tinha o Sol conjunto a Quíron, como ocorre no mapa da novela. E Quíron fala experiências de crescimento muitas vezes através da dor.

Coincidências pertencem ao místico e incompreensível mundo de Peixes, onde as pistas são dadas, mas nem sempre as respostas.

Quanto a trânsitos, Netuno estava conjunto a Vênus no mapa do intérprete. Vênus é o regente da Casa 8 do Mapa Solar, casa nada mais, nada menos, que da morte, e também das transformações.

O Mapa Solar é o mapa que levantamos quando não temos a hora de nascimento. Eu acho este mapa revelador. Ele corre em paralelo com o mapa com horário certo, como foi o exemplo que acabei de dar.

Mapa sem horário do ator Domingos Montagner

Mapa sem horário do ator Domingos Montagner

No dia da morte do nosso “Santo”, a Lua estava em Peixes, em cima do Sol de Domingos,  e conjunta a Netuno ( o regente de Peixes!). Para quem entende astrologia isto fala em água, água, água… E enganos. Não saber de algo é coisa de Netuno. Não saber que há perigo em tomar banho em um determinado local, e que a morte ronda. Peixes é também o signo da magia, mas também do sofrimento, e a perda de Montagne foi isto.

O ator teve sua origem no circo. Circo é Leão/Peixes. Leão porque é, em primeiro lugar, espetáculo. E Peixes porque muitos espetáculos são feitos de ilusão. A ilusão de que se engole fogo, a ilusão presente nas mágicas e até na alegria dos palhaços. Além de tudo, circos são itinerantes, algo que tem a ver com signos Mutáveis, grupo do qual Peixes faz parte. Mas com frequência circo é também algo sacrificado. A maioria dos circos não é rica. O que se ganha ali é o pão de cada dia para fazer coisas como se arriscar no trapézio, domar animais, engolir fogo ou provocar gargalhadas. Amor ao espetáculo, ao encanto, ao que adoça a vida.

E sobre a lunação de setembro, na qual acontece a morte do ator? Que fique bem claro que cada um vai viver o que está naquele mapa de uma forma diferente, pois há infinitas maneiras de os símbolos se manifestarem, mas com Domingos e Camila foi assim: Marte ocupava a casa quatro, dos finais. Marte é o planeta dos acidentes no signo das aventuras, Sagitário, e quadrava o Sol (um homem) e a Lua (uma mulher). Quadrava também Netuno na Casa Sete. A Casa Sete é a casa do outro. Camila, o “outro”, tentou salvar seu colega, mas Netuno estava ali. Ela não conseguiu… Netuno pode ser a falha e impotência.  E sem dúvida a atriz será uma das que mais sofrerá com o episódio. E quem está na casa da morte do mapa de lunação? O imprevisível e acidentável Urano. Foi desta forma que os dois atores viveram este mapa.

Como uma película que não é óbvia e que obriga o espectador a pensar, o que se pode tirar deste filme terrível da vida real que aconteceu no dia 15 de setembro? Uma lição pisciana e outra virginiana, que são os dois signos opostos mais característicos deste momento e desta trama que saiu da novela para a vida real.

Peixes: que a vida é frágil. Que há mistérios. Que cada um vai interpretar a morte de Domingos como quiser. Alguns acharão que foi acidente, outros que era a hora certa para a alma dele partir, e, outros, ainda, que não há alma, que o homem acabou junto com o seu corpo.

Virgem: este é o signo das lições práticas. Rios, mar e cachoeiras são maravilhosos, mas também perigosos. Informe-se antes, para não ser puxado por redemoinhos, correntezas, bater a cabeça em pedras, sofrer por causa de uma tromba d´água. Brinca-se nas águas, mas não com elas.

Sobre o homem Domingos. Viveu uma vida comum , laborando como ator, antes de ser conhecido, o que só ocorreu há poucos anos. Segundo todos os depoimentos (unanimidade), era um homem gentil, acessível, generoso e amigo, além de dedicado ao seu ofício. Encantava e estava dando vida a seu primeiro protagonista em uma novela. Independente do que se ache que a morte dele signifique (ou NÃO signifique), foi uma pena perdê-lo desta forma e fará falta.  Contudo, no mito de Quíron, o centauro ao ser liberto da imortalidade (sim, era isto que ele queria, por motivos que só quem conhece o mito saberá), tornou-se uma constelação no céu. E Domingos também não será esquecido.

Texto originalmente publicado em http://www.facebook.com/vanessatuleski

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Personare e Constelar. Membro do SINARJ, palestrou eventos para astrólogos promovido por este sindicato de 2012 a 2017, e, novamente, em 2019, com duas palestras.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão. O profissional agradece.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

2020 - Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Magno Valdetaro
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License