07. A importância do mundo simbólico na cura da alma

Por

O Iluminare guarda grandes semelhanças com a Constelação Familiar, outra terapia energética desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger, e que conta com farto material teórico, além de já ter se espalhado pelo mundo inteiro. As diferenças entre a Constelação Familiar e o Iluminare são:

– A primeira não tem vinculação espiritual, e o Iluminare, sim, conquanto não seja religiosa.

– A Constelação é feita em grupo e o Iluminare é realizado indivualmente.

Mas ambas conseguem captar o interior das pessoas, as suas almas. E em ambas o simbólico tem um peso muito grande.

É importante lembrar que as duas são realizadas no plano astral, que é ilimitado. E que, mais tarde, se manifestam no plano físico. Apesar de parecer algo sobrenatural, não há nada de excepcional nisso. Quando você toma um remédio homeopático ou um floral, você também está partindo da energia vital que irá incidir sobre o físico e sobre o emocional.

Se, por exemplo, eu te falo uma notícia muito desagradável ou muito agradável, o seu corpo físico reage a ela.

Assim, a inter-relação constante entre espírito e matéria é um fato. Isto já deixou de ser uma novidade há muito tempo, basta apenas que admitamos mais as implicações disso e possamos trabalhar terapeuticamente com esta correspondência.

No Iluminare, explora-se muito o plano simbólico. Se, por exemplo, a alma se encontra aprisionada, isto pode aparecer como a parte deste cliente estando dentro de quatro paredes, muito limitada. Quando o terapeuta tira esta parte do cliente deste quartinho, está dando a ela a chance de expansão, de ilimitação. É o que aquela parte precisa para a cura. Ou seja, este simples ato simbólico pode ter um grande impacto.

O Iluminare trabalha o tempo inteiro com estes atos simbólicos, inclusive com o uso de cores. Pode ser que a sua alma precise da alegria do amarelo, da vibração do laranja ou da calma do azul.

Já é chegado o tempo de pararmos de considerar que o plano simbólico não influi na nossa vida. Somos mais sensíveis e permeáveis a ele do que imaginamos. Como o Iluminare trabalha no campo da alma e da energia, quaisquer recursos são válidos, são utilizados e são efetivos, da mesma maneira que o seu remédio homeopático funciona mesmo que não tenha sido explicado cientificamente. A verdade é que a ciência está (muito) atrasada em produzir explicações para o mundo da energia. Mas o fato de não ter conseguido, ainda, encontrar as explicações não quer dizer que estas coisas não funcionam. Já havia eletricidade antes de ela ter sido canalizada em fios pelos seres humanos. A eletricidade não deixou de existir porque não haviam equipamentos. Portanto, vamos abrir a cabeça e começar a admitir a força e a cura do plano simbólico em nossas vidas.

Para quem conhece a Constelação Familiar, podemos dizer que muitos de seus princípios e recursos são utilizados no Iluminare também.

Continue a leitura: Exemplo de resultado de uma sessão do Iluminare

2 comentários sobre “07. A importância do mundo simbólico na cura da alma”

Gostei demais do trabalho ILUMINARE. Gosto de tudo que ILUMINA. Em breve, farei esta terapia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *