Previsões Astrológicas para 2021: o ano para não se acomodar e lidar com mudanças

Por

Se o ano de 2020 foi com ênfase em Capricórnio, pedindo resiliência, persistência e adequação à realidade, o ano de 2021 vai ter destaque para Aquário. Júpiter e Saturno, que estiveram no signo da cabra montanhesa em 2020, transitam no signo do aguadeiro em 2021.

E o que esperar de um ano “aquariano”?

Tivemos uma prévia de 2021 quando Saturno esteve em Aquário em 2020, de 22 de março a 1º de julho. Foi neste intervalo de tempo que começaram os protestos antirracistas no mundo todo.

Além de ser um ano aquariano, Saturno em Aquário vai estar em tensão com Urano em Touro, sendo Urano, justamente, o regente de Aquário. É como se fosse um Urano ou Aquário, portanto, “ao quadrado”, colocando energia de estímulo na polaridade positiva e de instabilidade na negativa.

Como nenhum signo é só positivo ou só negativo, veja o que esperar de um ano aquariano nas duas polaridades. Muitas vezes, você vai notar que o negativo pode ser apenas o lado excesso de alguma manifestação que, na medida certa, seria positiva.

Os pontos positivos de um ano aquariano/uraniano

  • Eventos coletivos marcantes e que podem trazer mudanças futuras que vão influenciar em legislações, além de dar início a novos hábitos e inclinações coletivas.
  • Sendo assim, ótimo para grandes eventos em grupo ou no coletivo e debates.
  • Enorme força para movimentos e causas sociais, como campanhas antirracistas, feministas, LGBTQI+, ambientalistas, indígenas e outros. Uma excelente notícia para quem se sente marginalizado pelos padrões vigentes.
  • Surgimento ou fortalecimento de novos tipos de tribos e comportamentos sociais, em, especial, de estilos mais alternativos.
  • Ampla modernização, com surgimento de novas tendências, sistemas e tecnologias. Desenvolvimento tecnológico. Possibilidade de novas redes sociais e aplicativos.
  • Destaque para redes sociais, cursos online e toda foram de conexão de pessoas presencial e à distância. Afinal, Aquário é o signo do grupo. Aumento do interesse em socializar, conhecer pessoas e interagir.
  • Abertura a coisas novas.
  • Maior impulsão para quem estiver inserido em um grupo e/ou no coletivo do que atuar de forma isolada e/ou fora da corrente.
  • Muito bom para iniciativas comunitárias e em grupo, que fortaleçam a todos.
  • Força coletiva e pessoal para realizar mudanças. Para quem já vem de muito tempo de situações opressivas, como, por exemplo, um casamento que já terminou na prática faz tempo e é só uma formalidade, é um ano com potencial de libertação e finalmente tomar uma atitude. Mais consciências serão atingidas pela ideia de liberdade e mudança.
  • Muitos movimentos interessantes para jovens ou vindo de lideranças jovens.
  • Maior espaço para a cultura. Desejo de falar, manifestar, contestar, questionar comunicar.
  • Abertura para assuntos novos e incomuns, como, por exemplo, vida extraterrestre.
  • Não vai ser um ano parado, e sim, de muito estímulo, novidade, coisas acontecendo e movimentos.
A quebra de padrões é algo ligado a Aquário, em um ano de intenso ativismo social e político.

Os pontos negativos de um ano aquariano/uraniano

  • Chance de patrulha ideológica excessiva, como tomar discursos que eventualmente não tenham tal conotação como racistas, antifeministas, etc.
  • Aumento do radicalismo e da polarização.
  • Excesso de protestos e convulsão social. Protestos que podem ter muito quebra-quebra e confusão, além de repressão.
  • Instabilidade econômica e de empresas. Quebra de empresas, fim acelerado de determinados negócios e profissões. Descontinuidade brusca de determinados modelos e tendências que vinham até então, sucateamento súbito do que quer que já estivesse em declínio.
  • Modernização ou mudança rápida que pode pegar muita gente de surpresa em suas vidas pessoais e/ou empregos. Estruturas e formas de apoio conhecidas mudam de forma para outro modelo bastante distinto.
  • Alto grau de impaciência, intolerância ou agitação. Em alguns casos, as pessoas vão querer mudar por mudar, colocando a perder o que construíram, o que, dependendo do contexto, nem sempre vai ser bom, e sim, um sinal de imaturidade.
  • Valorização excessiva de comportamento jovem, adolescente e antenado ou de juventude, que, apesar de tudo, todos sabem não ser possível de ser eterna.
  • Incremento da suscetibilidade de adolescentes com as questões de grupo, com os problemas inerentes a isto e também a todos os fenômenos de redes sociais. Potencial de aumento de acontecimentos súbitos em escolas e universidades. Por isto, deve-se ter atenção dos pais e adultos ao que estiver acontecendo com eles.
  • Apesar da conexão, pode haver muitas pessoas isoladas ou se sentindo sozinhas. Em um ano de extraordinário poder de comunicação e movimento coletivo, muita gente talvez vá ficar no polo oposto, viciada na telinha do celular e aplicativos, vivendo mais no mundo virtual do que real.
  • Muita gente também vai tentar resistir a mudanças, opondo resistência. Também vai ser possível ver um grande embate entre pessoas mais conservadoras e com tendências mais progressistas, ou, ainda, entre, na política, direita e esquerda.

Se em 2020 teve pandemia, em 2021 continuam as mudanças

Se os anos de 2019 e 2020 foram caracterizados pela conjunção de Saturno com Plutão, que ficou ainda mais potente em 2020, com a presença de Júpiter junto a estes dois planetas, com uma necessidade de lidar com crises, remanejamentos e enxugamento de despesas, sobretudo no último ano, o da pandemia mundial de COVID-19, 2021 vai ser caracterizado pela quadratura, aspecto de tensão, entre Saturno e Urano, cuja disputa clássica é o velho versus o novo, manter ou mudar.

Assim, não se espere um ano calmo, pois esta não vai ser uma característica de 2021. Tem o lado bom disso, novidade e estímulo, mas também instabilidades, agitação e mudanças bem rápidas para se digerir. Duas possíveis traduções para esta quadratura são: “o antigo cai rapidamente” e “é mais difícil manter a estabilidade e a continuidade”.

Desde que Urano entrou pela primeira vez em Touro, rapidamente em 2018 (e definitivamente em 2019), já tinha sido anunciado que haveria mudanças em modelos econômicos e de trabalho, que deixariam de oferecer tanta estabilidade. E foi exatamente o que aconteceu, já a partir do ano anterior (muitas vezes, tendências astrológicas começam pouco antes de um ingresso oficial ou aspecto astrológico exato), com a reforma trabalhista.

Urano ainda fica em Touro até 2026, e em 2021, por estar em tensão com Saturno em Aquário, isto vai ser ainda mais marcante e/ou acelerado, até porque a pandemia já trouxe mudanças que podem se tornar estruturais no próximo ano. Muitas empresas pensam em manter seus empregados trabalhando à distância, ou pelo menos parte deles, pois isto diminui os custos de instalações físicas.

Urano em Touro também está mudando as transações financeiras e a forma como se entende bens. Desde que Urano entrou neste signo, e mais intensificado ainda pelo ano da pandemia, muita gente vem se questionando sobre o excesso de consumo e vendo posses, assunto por excelência taurino, de outras formas.

Instabilidade geológica e potencial de grandes mudanças na vida pessoal

A quadratura Urano/Saturno também pode aparecer em fenômenos da natureza, como com risco aumentado de desabamentos de encostas de morros e/ou de edifícios, tremores de terra, erupções vulcânicas, tornados, tempestades, com tudo isto podendo já apontar em janeiro, pois Marte vai estar em Touro, conjunto a Urano e em tensão com Saturno.

Os desabamentos, conforme já foi dito neste artigo, também podem ser na vida pessoal e/ou profissional, como uma empresa aparentemente sólida que quebra ou um casamento esfriado há muito tempo que termina de forma súbita, com um dos dois partindo para algo novo logo em seguida. Podem surgir sistemas novos em empresas privadas ou públicas sendo implantados a toque de caixa, com o intuito de modernização urgente, algo bem uraniano. Empresas antigas e/ou tradicionais importantes podem ser adquiridas podem ser empresas novas, e, não raro bem diferentes, como uma empresa alemã tradicional sendo comprada por uma japonesa. Empregos podem ter novos acordos, como já aconteceu em 2020 por causa da pandemia. No serviço público, podem surgir debates, ou mesmo mudanças, em relação a garantias adquiridas.

Ou seja, espere de tudo em 2021, muito dinamismo, menos estabilidade. O lado positivo pode ser mexer no que realmente precisa ser mexido, como situações estagnadas ou que precisam de algum tipo de mudança.

Os momentos em que a quadratura Saturno/Urano vai ficar mais intensa

Os momentos mais caracterizados pela quadratura Saturno/Urano vão ser quando ela ficar exata, em fevereiro, junho e dezembro, quando o aspecto fica exato.

Mas também vai ser possível notá-los quando Marte acioná-la, em janeiro, julho e novembro. Mas também vai ser possível notá-los quando Marte acioná-la.

Em janeiro: Marte quadra Saturno de 04 a 21/01 e fica conjunto a Urano de 14 a 26/01. Obstáculos, processos trabalhosos (Saturno) e, ao mesmo tempo, mudanças aceleradas (Urano) podem ocorrer. Podem envolver o âmbito financeiro, por ser em Touro. Chance de tremores de terra e fenômenos da natureza. Propensão a acidentes.

Em junho: De 26/06 a 05/07, Marte em Leão se opõe a Saturno, e de 28/06 a 09/07 quadra Urano. Embates e turbulências envolvendo ego (ou presidentes e líderes ecoicos) são tendência nesse período.

Em novembro: de 06 a 15/11, Marte em Escorpião quadra Saturno, e de 13 a 21/11, se opõe a Urano. Há possibilidade de ações radicais, pode haver tremores de terra e furacões, ataques terroristas. Há maior tendência de mortes em acidentes (Gugu Liberato se acidentou em um Marte/Urano).

Novos tipos de governantes e lideranças

Esta não é uma quadratura sutil, que dê chance de escolha. Negócios e profissionais que não se atualizarem podem ter dificuldade de sobreviver em 2021. Há, também, toda uma tendência a troca de governantes e lideranças que estiveram presentes desde 2017, quando Saturno ingressando em Capricórnio bem no final do ano, caracterizado pela ênfase em lideranças mais conservadores no mundo todo. Com Aquário vai ser exatamente o contrário: lideranças mais jovens, diferentes e/ou progressistas, dispostas a trazerem algum tipo de mudança e/ou novidade, é que tendem a chamar a atenção.

Uma visita rápida, mas significativa, de Júpiter no signo de Peixes de maio a julho

Assim como 2020 teve uma “prévia de Aquário”, como foi explicado no início deste artigo, 2021 vai ter uma “prévia de Peixes” quando Júpiter transitar por este signo de 13/05 a 28/07, e, depois, novamente, definitivamente, a partir de 29/12. Júpiter em Aquário é bastante racional, ainda que inconvencional em muitos pontos. E é muito focado em movimentos coletivos, com um “quê” de rebeldia também deste signo.

Júpiter em Peixes é mais zen e relaxado. Mais pessoas entrarão na onda de espiritualidade e meditação, o que é muito positivo. Contudo, lembre-se sempre dos dois lados de cada signo, e um dos cuidados para se tomar com Júpiter em Peixes é o aumento de falsos gurus e também o excesso de consumo de drogas. Mas é um posicionamento bastante sensível e musical, que pode render uma inspiração renovada para a música, indústria de entretenimento e cinema.

Um importante encontro astrológico às portas de 2021: o desejo coletivo por um modelo mais humanitário

Júpiter e Saturno são protagonistas de um importante encontro astrológico Aquário em 19/12/2020. A conjunção Júpiter/Saturno é um marco astrológico, que ocorre uma vez a cada 20 anos, trazendo novas tendências econômicas, financeiras e sociais.

A última ocorreu no ano 2000, em Touro. Foi o ano marcado pela tão temida virada de milênio (se imaginava que os computadores da época não fossem dar conta disso) e do estouro da bolha da Internet. Pouco antes do estouro acontecer, as ações de empresas como Amazon, Yahoo, AOL e também outras que você hoje não ouve falar atingiram valores estratosféricos. Depois do estouro, muitas deixaram de existir, outras ficaram na beira do abismo e se salvaram e um grupo seleto que ficou ainda maior, como foi o caso da gigante Amazon. Qualquer semelhança com o ano de 2020, palco de 4 ciclos astrológicos marcantes (e, não por caso, um ano marcante também), não é mera coincidência. Este também foi um ano que testou a resistência de empresas e negócios, e isto vai continuar em 2021.

Só que a diferença da conjunção Júpiter/Saturno de 2020 para a de 2000 é que esta última é a primeira a inaugurar um ciclo de duzentos anos deste tipo da conjunção destes planetas em signos do elemento Ar, o mais ligado ao desenvolvimento humano e ao humanismo. Porém, antes de você comemorar achando que isto já vai acontecer a todo vapor a partir de 2021, lembre-se que se está falando de um intervalo de duas centenas de anos, e que a conjunção de 2020 é apenas o marco zero disso tudo.

Mudanças levam tempo para acontecer, mas sem dúvida novos passos vão ser dados pela humanidade a partir de agora, em especial através da tecnologia, algo aquariano por excelência.  Muitos temem o que robôs e computadores podem fazer com a tessitura social e econômica que temos hoje e que tipos de reorganização terão de ser feitas para que tenha, também, mais justiça e igualdade (valores do elemento Ar), ao invés de predominar majoritariamente o poder econômico e de produção, algo característico das conjunções em signo do elemento Terra, de 1800 até 2000. Sim, a Astrologia, para quem imaginava se restringir à simplificação de fórmulas prontas de combinação de signos, vai bem além disso, acompanhando a História, ajudando a explicá-la através de ciclos macros.

Sete dicas preciosas para surfar na onda aquariana de 2021

1) Esteja pronto para se adaptar ou mudar: modernize-se e atualize-se onde sentir que precisa fazer isto: trabalho, vida pessoal, mente. Fica claro que vai se sair melhor em 2021 quem estiver aberto ao novo e com agilidade para aderir a ele do que tentar agarrar-se ao velho, até porque não vai nem funcionar. Quanto antes você perceber para onde os ventos da mudança estão querendo te levar e/ou ao seu negócio e carreira, e se preparar para isto, melhor. Antecipe-se.

2) As redes sociais vão continuar muito fortes, permeando negócios. Entenda minimamente sobre elas.

3) Fique ligado nas novas ondas comportamentais, independente de gostar ou não do que elas trazem. É essencial, em um ano com um forte viés aquariano, estar bem atualizado sobre o que acontece. Empresas, particularmente, vão que ter que adequar às novas tendências.

4) Não dê nada por garantido, pois até o garantido pode ter uma mudança em 2021. Como foi dito, casamentos de anos podem acabar subitamente no ano ou empresas tidas como sólidas e tradicionais serem compradas por outras completamente diferentes. Esteja ciente que tudo pode mudar.

5) Considere dar novos rumos e buscar novos interesses na sua vida. Muita gente vai ter coragem para dar grandes guinadas em 2021.

6) Socialize, não se isole, conheça novas pessoas, pois 2021 vai ser excepcional para isto, e estes contatos poderão trazer muitas ideias produtivas e até novas amizades e/ou parcerias.

7) Ser uma pessoa muito dependente vai ser fora de moda em 2021, bem como relações opressivas, com muito ciúme, possessividade e controle. Se você é assim ou está com alguém assim, é hora de reconsiderar este tipo de modelo, que vai ter muita dificuldade em se sustentar em 2021, um ano com um forte mote de libertação.

4 comentários sobre “Previsões Astrológicas para 2021: o ano para não se acomodar e lidar com mudanças”

Estarei em 2021 no retorno de Saturno, tenho conjunção Vênus/Marte/Saturno em Aquário, não sei se vou aguentar ai Jesus! alguma dica pra eu lhe dar com energia tão intensa?

Deixe um comenário