22 comentários sobre “QUÍRON – Chave para mudança de um Destino?”

Interessante e profundo o enfoque apresentado. Gostei! Há que se refletir neste texto e seu conteúdo…

Gostei muito do artigo. Simples, claro, explicativo, dando espaço para
chegarmos a nossa, ou não, conclusão.

O melhor artigo sobre Quíron que eu já li!
Raciocínio encadeado, exposição clara e coerente, conteúdo amplamente embasado, conclusão lógica, informação teórica e aplicação prática….
Excelente! Parabéns!!!

Vanessa, você, com seu poder mágico de escrever e motivar, nos brinda com mais este belo texto. Obrigada por nos fazer acreditar cada vez mais no poder da astrologia para a construção do melhor de nossas vidas!

Eu devo confessar que não acreditava muito em astrológia, ou só acreditava quando as previsões eram favoráveis (horoscopoticamente falando).
Mas de um tempo para cá, por causa de grandes turbulêcias em minha vida comecei a pesquisar mais sobre a ela e a forma como que tudo está interligado energeticamente, desde uma estrela a uma particula de areia, passando por todos os reinos, e que acredito que ela provenha de nosso Criador. Posso lhe dizer, Vanessa, que você realmente gosta do que faz! Pois mesmo leigo, porém curioso, vejo humildemente que sua filosofia é inconstentável. Parabéns.

Oi, Julio. Grata pelo comentário inspirado! É muito comum que nos voltemos para a astrologia em momentos de crise. A astrologia é uma ferramente incrível de autoconhecimento (mapa natal) e dos processos que estão se passando conosco (previsão). Minha sugestão para você: comece a estudá-la! Abraços, Vanessa.

Vanessa,
Parabéns pelo artigo, admiro muito o seu trabalho !!
Eu estudo astrologia por conta própria há algum tempo. É uma ferramenta valiosa pra mim, principalmente pelo autoconhecimento.
E sobre o quiron, eh exatamente como voce descreveu que acontece comigo. Minhas maiores dificuldades são com relação a vida profissional (quiron em gêmeos na casa 10). E cada dia é uma batalha comigo mesma. Minhas habilidades não tem nada a ver com a área que atuo (risos), mas de alguma forma eu escolhi esse ofício, e, a cada pequena vitória, eu vibro muito, mas sei que não é para sempre. Que a dificuldade (ferida) ainda persiste. Mas eu continuo tentando superar minhas dificuldades a cada dia. Por isso me identifico bastante com Quiron. Descobri a pouco tempo que possuo um YOD em quiron. Procurei alguma coisa sobre o assunto mas tanto o YOD quanto o quiron são questionáveis. Então gostaria de saber sua opinião a respeito desse posicionamento.
Um abraço, Vanessa.

Linda visão sobre Quíron…Eu andava procurando e acabei de encontrar esse artigo…Profundamente agradecida!

Maravilhoso artigo. Esclarecedor, surpreendente e mágico.

Admirei! Análise profunda, clara, até ilustrativa, que nos provoca à reflexão!

Meus parabéns!!! Muito bem escrito e elucidativo para aqueles que não desejam previsões, mas crescimento do espírito.

Obrigada pelo lindo artigo! Foram tantas sincronicidades neste artigo que só posso lhe agradecer e desejar muito sucesso e Luz em todos aspectos da sua jornada!
Um beijo e muito obrigada!

Texto inspirador!!!!
Descobri ontem que tenho Saturno na casa 7 dos relacionamentos junto com Aquário, e Sol, Vênus e Quiron na casa 12, junto com Câncer! O que me deixou desesperada e desacreditada de que poderia mudar meu destino. Gratidão pelo seu dom em transmitir essas informações!!

Tinha que deixar meu elogio por esse artigo tão esclarecedor. Gosto muito do jeito que vc “le” a astrologia. Tenho seus livros e adoraria contar com um curso online de interpretação que vc criasse com essa abordagem holística. A astrologia precisa de uma leitura nova, mas não do besteirol que invadiu a internet.

Abs e parabéns!

Muito bom!

Vanessa, é verdade que Quíron não existe mais no céu?

Li um comentário no Personare que sugere que a posição de Quíron num Mapa atual corresponde a onde ele deveria estar… e não onde ele realmente está, porque não existe mais no céu!

@>–>—

Meu querido colega Miguel Etchepare, que bom ver comentário seu aqui! Eu não consegui encontrar mais informações sobre isto, porém, penso que é algo similar ao que ocorreu a Plutão, que, quando deixou de ser considerado planeta na Astronomia, não mudou nada na Astrologia, sendo que o rebaixamento guardou conexão com a própria natureza dele, muitas vezes associado à rejeição. Assim, independente de Quíron existir ou não no céu, deixou a sua marca e criou uma efeméride, funcionando de forma simbólica. Minha palestra no Simpósio do Sinarj de 2019 será a respeito dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *