Astrologia

Marte retrógrado: época difícil para empreender começos

publicado por

Marte fica retrógrado aproximadamente a cada dois anos, durante cerca de dois meses. Observe abaixo:

– 23 de janeiro a 14 de abril de 2012
– 1 de março a 19 de maio de 2014
– 17 de abril a 29 de junho de 2016
– 27 de junho a 28 de agosto de 2018
– 9 de setembro a 13 de novembro de 2020

Paralisia e/ou lentidão: é como alguns projetos ficam com Marte retrógrado. Foto de @emilyxhudson

Conheça as mudanças internas sugeridas pela retrogradação e prepare-se

Marte foi um deus muito cultuado e valorizado em Roma, diferentemente do que ocorreu da Grécia, em que era conhecido como Ares e considerado um tanto quanto primitivo para aquele povo tão ligado ao conhecimento. Mas para o romano, cuja cultura era profundamente direta, masculina e conquistadora, Marte caía como uma luva, pois era o senhor da guerra e da bravura.

Na Astrologia, Marte rege a assertividade, agressividade, energia e começos. A cada dois anos, ele inicia um movimento aparente de estar caminhando para trás. Trata-se apenas de uma diminuição da velocidade do planeta em relação ao passo da Terra. A este fenômeno dá-se o nome de retrogradação.

Imaginando que Marte continuasse a ser o deus romano, o que você acharia que ele sentiria ao ter que caminhar para trás? Se apostou que ele não iria gostar muito, acertou. E quando o belicoso deus não gostava de alguma coisa era muito fácil que perdesse as estribeiras.

Esta, aliás, é uma das primeiras coisas que podem acontecer quando Marte está retrógrado. Algo pode nos deixar com raiva, muita raiva, e bastante tendentes a comprar grandes encrencas, problemas e dores de cabeça. A probabilidade de acontecer brigas feias durante este período é elevada, e o tema preferido delas é o dos direitos e da territorialidade. Falando em português claro: duas partes podem achar que estão 100% certas e dispostas a irem até o fim por causa disso.

Mas se já sabemos de antemão o que Marte retrógrado pode causar, o que podemos fazer para nos precaver?

Atitudes contraindicadas na retrogradação

Estar numa situação de dependência de alguém. Por exemplo, realizar uma viagem acompanhado durante este período envolve mais riscos do que ir sozinho. O motivo? Quando você está junto com alguém, tem que negociar, e negociação, infelizmente, não é o forte de Marte retrógrado. Se for inevitável realizar uma ação conjunta, procure acertar os detalhes com antecedência, e, mesmo assim, não será muito bom estar muito dependente. É como se você estivesse que estar preparado para seguir sozinho se fosse necessário. Pessoalmente, eu também evitaria grandes viagens ficando totalmente dentro de Marte retrógrado, a menos que eu já saísse com uma disposição em enfrentar obstáculos e coisas que pudessem alterar meus planos. Mas não é bem isto que esperamos de uma viagem, certo?

Não tomar cuidado com o território do outro. Isto inclui dar conselhos não solicitados, opiniões, etc. Não adiantará estar bem intencionado, pois a outra parte não estará ansiosa para ouvi-lo dizer como as coisas devem ser. Tenha muito cuidado com o território do outro, quer seja a casa dele ou as crenças, pois a retrogradação do planeta vermelho faz com que até os gatinhos mais mansos se transformem em bravos leões defendendo seus filhotes. Outra coisa: evite grude. Não planeje ficar um mês na casa de ninguém. Principalmente se esta pessoa for casada, tiver um filho adolescente e um apartamento pequeno.

Iniciar grandes projetos e ambições. Isto aqui não é fácil, pois implica em dois meses e meio de mãos amarradas. Se você iniciar algo importante, o que vai acontecer? No mínimo, faltará gás, força, e poderão surgir, também, alguns empecilhos no meio do caminho. Talvez, por exemplo, a reforma da sua casa traga contratempos, como atingir um cano durante o procedimento e alagar a sua nova sala. Em hipóteses mais brandas do que esta, pode-se dizer que será difícil o que foi planejado ou, ainda que se faça tudo certo, o resultado poderá não ser o esperado. Então por que se lançar em grandes empreitadas?

Propensão a menor harmonia nas relações

Juntando estas três dicas, não é difícil inferir que Marte retrógrado não é bom para casar, nem para se mudar para uma nova casa. A razão é porque há uma energia muito belicosa e egoísta durante esta fase, não proporcionando harmonia para estas ações. Também é delicado para os romances novos. Há uma grande probabilidade que pareçam muito intensos, mas que não passem de fogo de palha. Além disso, estarão sujeitos a brigas no meio do caminho.

Falando em brigas, pense bem antes de se lançar numa fúria indignada. A tendência é que haja muito desgaste com poucos resultados. Se quer ter uma ideia de como é, pense na figura do Pato Donald ficando irritado, mas sem o humor da Disney…

Menos impulso e mais estratégia

Agora que ficou claro o que não é para fazer, que tal algumas diretrizes para o que deve ser feito?

Já que você não pode empreender grandes projetos, fique preparando-os. Não tenha pressa, cheque todos os detalhes. Realmente pense sobre o que está fazendo e reveja ideias que não sejam realistas.

Exercite a maturidade: calcule melhor os riscos e atue de maneira mais cautelosa e estratégica. Marte tem uma natureza impulsiva e juvenil, mas, quando ele está retrógrado, não é adequado ser assim. Além disso, por favor, não se empolgue! Não é hora de avançar na base do entusiasmo, apostando com tudo, mas, sim, de caminhar devagar, sabendo muito bem onde você está pisando. Em poucas palavras: pense um pouco antes de agir.

Tenha mais tato, pois você estará nas imediações de um barril de pólvora. Seja mais gentil, discuta mais os termos e proponha alternativas. Evite querer as coisas só do seu jeito, sem levar o outro em conta. E saiba que nada será inteiramente como você quer nesta fase. É assim que você tem que entender este trânsito.

Boa sorte! Lembre-se que qualquer coisa gera aprendizados, e a retrogradação, particularmente, tende a produzir grandes mudanças internas. Depois que passar esta fase, anote o que você aprendeu e percebeu. E guarde as lições.

——-

Texto complementar sobre Marte retrógrado

Se possível, evite:

  • Mudar-se para uma nova residência. Algum fator poderá provocar desarmonia. Marte rege o princípio de autodefesa e delimitação. Quando distorcido (o que é passível de acontecer na retrogradação), este princípio se converte em belicosidade e irritabilidade.
  • Inícios importantes em relacionamentos. Começar a morar com alguém, noivar, casar, pelos mesmos motivos anteriormente citados.
  • Dar partida em projetos que não estejam plenamente amadurecidos, testados, completados. A retrogradação sempre indica a necessidade de muito trabalho interno antes de qualquer lançamento. Muitos projetos lançados durante a retrogradação de Marte não terão continuidade ou apresentarão complicações futuramente. Para evitar isto, tudo o que for feito terá de ser lançado somente se já estiver completo e finalizado.
  • Executar trabalhos de maior porte sem meticuloso planejamento, e sem checagens posteriores.  Exemplo: a reformulação em um setor ou empresa, ou uma obra de reforma. Com Marte retrógrado é preciso saber exatamente o que fazer e em que ordem O planejamento deve incluir providenciar antecipadamente todos os recursos necessários à execução, justamente para evitar surpresas e imprevistos. Como raramente as pessoas alcançam este grau de excelência em seus planejamentos, muita coisa iniciada (e até apenas continuada) com Marte retrógrado terá de ser refeita, com erros surgindo no meio do caminho. Outra condição da retrogradação são os procedimentos de checagem. Com planetas retrógrados, não dá para fazer e esquecer: é preciso conferir, e, não raro, mais de uma vez. Ou seja, se o encanamento da casa foi refeito, deve ser feita uma conferência minuciosa se está tudo certo. Por outro lado, se no passado um trabalho foi mal executado, a retrogradação favorece para que o mesmo, desta vez, seja corrigido e concluído com sucesso.
  • Atropelar seu passo. Tudo tem um ritmo mais lento durante a retrogradação. Não se exija mais do que pode dar ou fazer. Exemplo: se é autônomo e está abarrotado de trabalho, não pegue mais um para fazer correndo, pois alguma coisa vai acabar dando errado por causa desta sobrecarga. Calcule o que você pode fazer e até onde pode ir em tudo. Fique atento aos seus limites.

A retrogradação também sempre permite retornos. Uma proposta que foi feita no passado talvez retorne. Os frutos de alguma coisa que fez há muito tempo também podem aparecer.

Marte rege celeridade. Durante a retrogradação, espere algum atraso, porque justamente a ação está lenta (retrógrado). Isto irá acontecer com os projetos já alavancados, com o mercado, etc. Nada estará girando rápido ou produzindo novidades seguidas. Para cada ação, haverá uma espera. Por isto, muna-se de cautela e paciência, contando que as coisas irão demorar mais.

Exemplo: você tem de fazer uma cirurgia. Evite pensar que irá ficar bom rapidinho. A pressa em retomar as atividades antes de o organismo ter se refeito poderá ser a causa de a cura demorar mais. Aliás, não faça cirurgias em Marte retrógrado sem saber exatamente no que está entrando: conheça a fundo o procedimento, o pós-operatório, escolha a dedo o cirurgião. Marte rege as cirurgias, e elas requerem o dobro de cautela quando ele está retrógrado. Claro que as emergenciais estão fora deste crivo. Inclusive, não será surpresa se quadros que já deveriam ter sido resolvidos com uma operação agravarem-se, justamente como que pedindo, finalmente, por uma intervenção.

Devido à lentidão nos acontecimentos, não é incomum que algumas coisas, durante a retrogradação, pareçam estar dando para trás. Persistência, estratégia e frieza para lidar com as situações que se apresentarem farão toda a diferença. Quem conseguir se manter firme será compensado quando Marte voltar a ficar direto.

Marte tem a ver com a forma global como agimos: como impomos limites, como organizamos as coisas, como investimos no que queremos, a direção e o grau de energia que colocamos nos nosso empreendimentos. A retrogradação irá trazer reflexões sobre a nossa forma de agir. De alguma forma, teremos de pensar sobre como as coisas estão e como gostaríamos que elas estivessem, enfim, com os rumos que elas estão tomando. Isto poderá fazer com que venhamos a modificar a nossa forma de atuar em alguns setores de nossa vida. Exemplo: se a pessoa andou pouco empenhada por um objetivo, talvez, durante a retrogradação, ela chegue à conclusão de que precisa fazer mais pelo que ela quer. Será a hora de saber o que se deve corrigir, e isto requer humildade e esforços.

Outra coisa relacionada a Marte é a assertividade, um atributo marciano que, se distorcido, torna-se belicosidade. Brigas feias podem acontecer durante a retrogradação, e elas poderão não ser tão simples de serem resolvidas. Por isto, o melhor, se fosse possível, seria evitar confrontos nesta fase, buscando-se soluções alternativas. No plano coletivo, quando dois países resolvem se desentender durante a retrogradação parece haver um gasto enorme de energia e tempo com algo que não teria toda esta importância. Há, também, tendência a emergirem conflitos e problemas antigos.

Estas são algumas reflexões sobre Marte retrógrado. Procure você mesmo tornar-se um observador desta fase, porque a Astrologia é feita de observação, e isto não precisa ser realizado somente por astrólogos. Este artigo está sendo divulgado com antecedência para ajudar a você se planejar antes de Marte ficar retrógrado. Se tem, por exemplo, algo grande para fazer, como uma reforma ou dar início a um empreendimento, antecipe-se na medida do possível antes de Marte ficar retrógrado. No caso da obra, se ela tiver de ser continuada com Marte retrógrado, ao menos comece a parte mais difícil dela antes da retrogradação. No mais, tenha em mente que a retrogradação, embora tenha alguns efeitos desagradáveis no plano externo, é sempre um período de aprendizado e reflexão.

RSS Feed

Assine o RSS FEED e não perca nenhuma novidade do nosso site!
Você também pode receber as atualizações da semana assinando por email!

Um comentário: “Marte retrógrado: época difícil para empreender começos”


  1. Demi Oliver diz:

    Adorei a sua analise!!

Deixe o seu comentário:

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski iniciou seus estudos de astrologia em 1989, passando a atuar como astróloga profissional 7 anos depois. Dá consultas astrológicas no Rio de Janeiro ou através do Skype para outras cidades. Agende a sua consulta!

É palestrante do evento anual de previsões astrológicas Presságios (RJ), colabora com os sites Personare e Constelar. Membro do SINARJ, palestrou eventos para astrólogos promovido por este sindicato de 2012 a 2017, e, novamente, em 2019, com duas palestras.

Atenção: este site NÃO é destinado a consultas gratuitas. Para tirar dúvidas sobre o seu mapa, é necessário agendar uma consulta paga. Respeite o astrólogo como um profissional que estudou para realizar o seu trabalho e que precisa ser remunerado, assim como um médico, advogado e qualquer outra profissão. O profissional agradece.

Mais sobre Vanessa Tuleski »

2020 - Vanessa Tuleski - (CC) Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido por Magno Valdetaro
O conteúdo deste site de autoria de Vanessa Tuleski está sob a licença de Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil. Nenhum conteúdo deste site pode ser copiado e reproduzido em outro site sem autorização do autor! Mais detalhes aqui!

Creative Commons License